Cadelinha é encontrada em ilha deserta dos EUA após semanas desaparecida

Cadela encontrada pela Marinha dos Estados Unidos em uma ilha deserta. Foto: Navy Media Content Operations (NMCO)/AFP MCSN Cynthia Jackson
Cadela encontrada pela Marinha dos Estados Unidos em uma ilha deserta. Foto: Navy Media Content Operations (NMCO)/AFP MCSN Cynthia Jackson

Ela foi dada como morta há um mês, quando caiu do barco do dono ao largo da costa da Califórnia. Mas a cadelinha nadou dois quilômetros de distância e foi encontrada sã e salva, abanando o rabo em uma ilha quase deserta. O final deste resgate canino feliz, realizado com a maior seriedade pela Marinha dos Estados Unidos, circulou como um incêndio na imprensa local – num respiro das notícias sobre a cansativa campanha eleitoral.

“Nunca me ocorreu, quando me alistei e estava no comando, que algo assim iria acontecer, mas definitivamente é uma boa história”, disse, sorrindo para os repórteres, Stephen Barnett, comandante da Base Naval de Coronado.

Lua, uma pastor alemão jovem de penetrantes olhos azuis, foi parar na água no início de fevereiro, quando o dono estava pescando a um par de quilômetros da ilha de San Clemente, cerca de 127 quilômetros do continente e ao largo da costa de San Diego.

O proprietário alertou os oficiais da Base Naval de Coronado para ajudá-lo a encontrá-la, mas depois de vários dias de intensa busca, o animal foi dado como morto.

No entanto, não contavam com seu talento para a natação. Há poucos dias, “Luna apareceu perto da equipe (Marinha), na ilha de San Clemente, mais magra, mas em boa forma”, disse a instituição em um comunicado publicado em sua página no Facebook.

“Ela sobreviveu durante cinco semanas em terreno muito perigoso”, explicou a nota.

O cão está agora sob os cuidados de um amigo do proprietário, que ainda não se reuniu com ela porque está trabalhando fora da Califórnia.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *