Câmara da Itália aprova lei para garantir origem de produtos

ROMA, 31 MAR (ANSA) – A Câmara dos Deputados da Itália aprovou um projeto de lei que estabelece uma denominação de origem controlada (DOC) para produtos agroalimentares e de outros setores feitos no país.   

A proposta cria um “sistema voluntário de autenticação e rastreabilidade”, oferecendo aos consumidores mais conhecimento sobre a origem dos itens que adquire. Com isso, os produtos que aderirem à iniciativa terão dados sobre qualidade, proveniência das matérias-primas e processos de fabricação.   

Essas informações poderão ser acessadas por meio de códigos não replicáveis colocados nos rótulos dos artigos e compatíveis com dispositivos móveis, como smartphones e tablets. O projeto também ajudará a conter a disseminação de produtos supostamente “made in Italy”, mas fabricados em outros países.   

Em fevereiro passado, por exemplo, as autoridades locais apreenderam 2 mil toneladas de azeite de oliva extravirgem identificado como “100% italiano”, porém produzido na Espanha e na Grécia.   

O texto da proposta foi aprovado por ampla maioria na Câmara – apenas o oposicionista Movimento 5 Estrelas (M5S) se absteve – e agora será apreciado pelo Senado. (ANSA)

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.
Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *