Cunha abre plenária e prazo para Dilma apresentar defesa diminui para 7 sessões

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), abriu a sessão plenária desta terça-feira permitindo a contabilização de mais uma das 10 sessões que a presidente Dilma Rousseff tem para apresentar sua defesa na comissão especial do impeachment da Casa. A sessão de hoje é a terceira realizada depois de a presidente Dilma Rousseff ser notificada sobre a instalação do colegiado, na última quinta-feira.

A expectativa de Cunha é de que mais uma sessão plenária seja realizada ainda nesta semana, nesta quarta-feira. Na quinta e sexta-feira, não haverá sessões na Casa, em razão do feriado da Páscoa. A expectativa é de que o prazo para Dilma apresentar sua defesa acabe na primeira semana de abril.

Após a presidente apresentar a defesa, o relator do processo na comissão especial do impeachment, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), terá até cinco sessões para divulgar seu relatório e, depois, colocá-lo em votação. Da comissão, o parecer seguirá para o plenário da Casa.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *