Últimas

Cunha trama para mudar Conselho de Ética

Deputado tenta trocar composição do colegiado para salvar mandato

 

Enquanto acelera o processo de impeachment da presidente Dilma na Câmara dos Deputados, o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), continua tentando se safar da acusação de falta de decoro parlamentar no Conselho de Ética. Agora, tenta mudar a composição do colegiado para colocar por lá aliados que possam evitar a cassação de seu mandato.

O projeto apresentado pela Mesa Diretora e assinado por Cunha já foi discutido ontem com os líderes e deverá ir a plenário. A justificativa é fazer valer para a distribuição de vagas e comissões da Câmara Federal, as bancadas fixadas após a troca de legendas dentro da janela aberta no último dia 18 de fevereiro, levando-se em conta que pelo menos 88 deputados trocaram de legenda. Entre os partidos que mais aumentaram suas bancadas na Casa, estão o PP, o PR e o Democratas.

Na hipótese de o projeto ser aprovado em plenário, calcula-se que pelo menos três deputados vistos como “anti-Cunha” e que mudaram de partido, tenham que deixar o conselho: Jose Carlos Araújo (PR-BA), Fausto Pinato (PP-SP) e Marcos Rogério (DEM-RO), relator do caso.

Até teria sentido, se o objetivo de Eduardo Cunha não fosse unicamente a salvação de seu mandato.

 

Por Eliane Aquino

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *