Últimas

Destaque pela seleção e próximo de recorde no West Ham: o ano de Payet

Dimitri Payet ganhou um presente muito especial na última terça-feira, dia de seu 29º aniversário. Diante da Rússia, o meia francês marcou um golaço de falta pela sua seleção (o segundo pelos Bleus) diante da Rússia, em partida amistosa, na vitória dos mandantes por 4 a 1, no Stade de France.

Mas Payet não tem dado alegria somente aos franceses. Pelo West Ham, sua equipe, o camisa 27 tem sido o grande destaque da excelente campanha do time na temporada e, inclusive, é candidato ao prêmio de melhor jogador da temporada na Terra da Rainha. Com atuações decisivas, Payet já marcou 11 gols e deu 11 assistências em 30 jogos até o momento.

Os Hammers idolatram tanto o jogador que passaram a entoar uma música em que “Ele é melhor do que Zidane” é um dos trechos.

Nome praticamente certo na Eurocopa em junho, o meia Payet agora volta para ajudar o West Ham a continuar na briga por uma vaga na próxima Liga dos Campeões. Atualmente, a equipe treinada pelo croata Slaven Bilic está em quinto no Campeonato Inglês e a um ponto do G-4. Pela Copa da Inglaterra, os Hammers vão disputar o replay contra o Manchester United, em casa, para decidir quem fica com a última vaga das semifinais. 

– O que eu mais admiro (em Payet) é seu caráter, porque isso é o que todos os verdadeiros campeões têm. Quando ele comete um erro – e falo sobre treinamentos – ele fica louco e irritado consigo mesmo e é isso o que o torna um líder. Eu não sei por que as pessoas estão surpresas, porque ele veio do Marselha, um dos maiores clubes da Europa, e ele estava fazendo coisas semelhantes lá – disse Bilic, em janeiro.

Próximo de recorde

Com pelo menos mais nove partidas (um pela Copa da Inglaterra e oito pela Premier League), Payet está muito próximo de bater seu recorde pessoal de gols. Nas temporadas 2010/11 (pelo Saint-Étiene) e 2012/13 (pelo Lille), o francês marcou 13 tentos. Ou seja, caso continue voando baixo, Payet não deve ter dificuldade para ultrapassar a marca ao balançar as redes por, pelo menos, mais três vezes. 

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *