Dois detentos feridos após tumulto no Complexo do Curado

Um tumulto no Presídio Agente de Segurança Penitenciária Marcelo Francisco de Araújo (Pamfa), que integra o Complexo do Curado (antigo Aníbal Bruno), Zona Oeste do Recife, terminou com dois internos feridos. Os reeducandos Wagner Cruz de Brito e Joab Marques de Pontes teriam sido atingidos por tiros efetuados por policiais da Guarda Externa. A confusão aconteceu na noite desta terça-feira.

Os militares teriam tentado conter uma confusão ocorrida no pátio da unidade prisional e acabaram atingindo os detentos. Wagner e Joab foram levados ao Hospital Otávio de Freitas (HOF), em Tejipió, Zona Oeste do Recife. De acordo com o setor administrativo da unidade de saúde, até as 23h20 desta terça, os feridos permaneciam no bloco cirúrgico do hospital. O estad de saúde de Wagner Cruz era considerado mais grave.

Explosão
Nesse sábado, outro tumulto foi registrado no Complexo do Curado. A ação também ocorreu no Pamfa. De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), a medida foi de fora para dentro do presídio e não houve fuga.

A explosão atingiu casas e o comércio local, além de doze carros de agentes policiais. Ninguém ficou ferido. O Instituto Criminalística (IC) esteve no local para fazer a perícia.

Os secretários de Justiça e Direitos Humanos e Ressocialização, Pedro Eurico e Éden Vespaziano, respectivamente, estiveram no local. De acordo com Vespaziano, a construção de um novo muro no complexo, que dificulte o acesso dos detentos, será a medida de segurança adotada. O prazo é de 120 dias para a licitação da obra.   

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *