Últimas

Dracena, após nova derrota: "Com que cara vou olhar para a minha família?"

O zagueiro Edu Dracena não escondeu a tristeza depois da quarta derrota consecutiva do Palmeiras. Neste domingo (27), o time alviverde foi derrotado pelo Água Santa, por 4 a 1, pelo Campeonato Paulista.

“A gente tem que se unir cada vez mais, trabalhar e sair o mais rápido possível dessa situação”, afirmou Dracena, ao “Premiere”. “Somos profissionais, pais de família. Ninguém gosta de perder, principalmente nós. Imagine a gente agora. Com que cara vou olhar para a minha família, meu filho? Vou falar o que? A gente que sente a maior tristeza”.

O zagueiro, também, não escondeu o descontentamento com a invasão do Centro de Treinamento por uma torcida organizada. “Infelizmente, no futebol isso está virando rotineiro, não só no Palmeiras, mas nos outros times também. Isso não é o caminho, caminho é o diálogo, trabalhar”.

Dracena, no entanto, se recusou a utilizar a palavra “vergonha” como sentimento após a derrota. “Vergonha é uma palavra muito forte, porque vergonha a gente sente quando uma pessoa rouba, mata. Isso, sim, é uma vergonha. Mas quando você está trabalhando e tentando fazer as coisas e elas não estão acontecendo, é trabalhar mais ainda para sair dessa situação”, completou.

Com o resultado, o Palmeiras perdeu a segunda colocação no Grupo B. Agora, o time alviverde soma 15 pontos, contra 16 do São Bernardo e 18 do Ituano. A equipe ainda pode ser ultrapassada por Novorizontino e Ponte Preta, que fecham a 12ª rodada contra Mogi Mirim e Red Bull Brasil, respectivamente.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *