Últimas

Dunga pede seleção mais "viril" e admite erros "anormais" da defesa

  • PAULO WHITAKER/REUTERS

Dunga admitiu que a seleção brasileira teve um péssimo segundo tempo no empate por 2 a 2 contra o Uruguai, nesta sexta-feira, na Arena Pernambuco, pela 5ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

O comandante afirmou que seus jogadores poderiam ter colocado um pouco mais de virilidade nas divididas e ainda afirmou que os defensores cometeram erros que normalmente não deveriam ter cometido por causa da experiência adquirida.

“O Suárez é um jogador que vai muito no corpo. Isso dificulta a marcação. Ele vai muitas vezes antes no corpo do que na bola. Mas tivemos mesmo algumas situações que não são normais pela experiência dos nossos jogadores. Mas não adianta reclamar porque o Suárez vai sempre no corpo, às vezes, antes do que na bola. O juiz deixava… Então acho que o time poderia ter sido mais viril”, analisou o treinador.

“Seguramente o primeiro tempo foi positivo. A forma que jogamos foi muito boa. Mas o segundo tempo temos que melhorar, manter o mesmo nível do primeiro tempo, com jogadas aéreas, frontais, mais no corpo a corpo. É essa a mentalidade que a Eliminatória precisa. Vai ser uma das mais difíceis de todos os tempos. Mas jogar contra o Uruguai é sempre difícil. Das últimas quatro Eliminatórias, ganhamos uma vez só”, afirmou.

O Brasil, agora, viaja pela manhã para Porto Alegre, onde passa mais três dias treinando e embarca na segunda para o Paraguai, onde encara os donos da casa em Assunção, às 21h45 (de Brasília), pela 6ª rodada, na terça-feira (29).

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *