Últimas

Esqueça o IMEI! Agora é possível bloquear celular apenas pelo número da linha

Da Redação do site Tudocelular.com.br

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou nesta terça-feira, 8, que a pessoa que tiver seu celular roubado poderá pedir o bloqueio do aparelho diretamente em uma delegacia ou junto à operadora, utilizando apenas o número da linha. Com essa medida, a comunicação de roubos ficará muito mais facilitada, já que até agora as operadoras só conseguiam fazer o bloqueio do aparelho se o usuário informasse o IMEI do dispositivo.

Anatel informou que o bloqueio pode ser feito junto às operadoras e, também, na Polícia Civil da Bahia, Ceará e Espírito Santo, onde já há acesso ao sistema. Em breve, o mesmo poderá ser feito nas delegacias de Goiás, Mato Grosso, Rio de Janeiro e São Paulo, bem como por meio da Polícia Federal. Essa medida depende, porém, do engajamento das polícias de cada estado.

Além de facilitar a vida dos usuários finais, o novo sistema de registro também cria uma nova forma eficiente para relatar os aparelhos que ficam nas lojas e revendas que também estão sujeitos a roubo. A novidade permitirá que os lojistas possam agilizar a denúncia dos roubos fazendo o boletim de ocorrência na delegacia de maneira muito mais rápida.

“O intuito é tirar a atratividade do produto roubado”, afirmou o presidente da Anatel, João Rezende. Na avaliação do superintendente de Planejamento e Regulamentação da Anatel, José Bicalho, “o roubo de celulares estava virando uma indústria no país”.

Nos casos em que a pessoa perdeu e, depois, encontrou o aparelho, será possível fazer o desbloqueio junto à operadora. Já os aparelhos roubados que tenham sido localizados pela polícia poderão ser devolvidos ao proprietário original. “Para isso, basta a boa vontade do policial ou de quem [na consulta] descobrir que o celular está bloqueado”, finalizou Bicalho.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *