Últimas

Fifa anuncia prejuízo de US$ 122 milhões em 2015

Madri, 17 mar (EFE).- A Fifa anunciou nesta quinta-feira que teve prejuízo de US$ 122 milhões em 2015 devido ao que classificou como “eventos sem precedentes” nos quais esteve envolvida, mas também alegou que estão previstos “aumentos de objetivos financeiros a médio prazo”.

“Os eventos sem precedentes que aconteceram no ano de 2015 tiveram um impacto nos resultados financeiros da Fifa. No entanto, as reservas da organização permitiram enfrentar bem as dificuldades”, afirmou a entidade em comunicado.

“A Fifa confia que as reformas em curso ajudarão a restabelecer a confiança dos patrocinadores e cumprir os objetivos de orçamento para o ciclo 2015-2018, que foram ajustados para refletir as prioridades estabelecidas pelo presidente da Fifa, Gianni Infantino”, diz o texto.

Segundo o relatório do Comitê de Finanças da Fifa, divulgado nesta quinta-feira, pela primeira vez desde 2002 a entidade registrou um resultado negativo – de US$ 122 milhões em 2015, ano marcado pelo escândalo de corrupção.

“Em comparação com o primeiro ano do ciclo anterior (2011-2014), as receitas aumentaram em US$ 82 milhões, para US$ 1,152 bilhão, principalmente atribuível às vendas constantes de direitos de transmissão de competições da Fifa. No entanto, a despesa em comparação com o 2011 aumentou em US$ 240 milhões, para US$ 1,274 bilhão, devido a um aumento do orçamento para despesas de desenvolvimento e os custos mais altos de competições, assim como devido a despesas imprevistas como honorários legais e custos para reuniões extraordinárias”, explica a nota.

Apesar deste resultado negativo em 2015, a Fifa afirma que mantém uma perspectiva positiva para o futuro. “Com as reformas aprovadas recentemente, acredito que demos uma reviravolta e que a Fifa está a ponto de emergir mais forte que nunca”, afirmou Infantino, que foi eleito no mês passado como novo presidente.

“Durante minha gestão, me comprometo a fazer com que isto ocorra e para que a Fifa tenha um futuro melhor e mais sustentável para que todos possamos voltar a nos estabilizar totalmente no futebol”, comentou Infantino.

O orçamento revisado para o ciclo 2015-2018 foi aprovado pelo Comitê Executivo da Fifa e será apresentado para ratificação no congresso da entidade na Cidade do México (12 e 13 de maio).

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *