Últimas

França derrota Rússia e confirma boa fase antes de Euro em casa

O amistoso entre França e Rússia, disputado no Stade de France, em Saint-Denis, serviu para confirmar a seleção comandada por Didier Deschamps como uma das favoritas a conquista da Eurocopa-2016, que será disputada no país. Sem dificuldades, os franceses bateram a Rússia por 4 a 2 e consolidaram a boa fase, chegando a sete vitórias nos últimos oito jogos. 

Com seus principais jogadores em campo, a seleção francesa não demorou para abrir o placar contra a Rússia. Kanté, que faz excelente temporada com a camisa do Leicester, clube que lidera o Campeonato Inglês, aproveitou a oportunidade dada por Deschamps e deixou o seu: após boa troca de passes, o volante recebeu e finalizou no contrapé do goleiro Akinfeev.

Após o gol, a seleção francesa continuou pressionando os russos, que sentiram o resultado adverso. As melhores jogadas foram saindo pelo lado esquerdo, com boas tabelas entre Evra, Pogba e Griezmann. Gignac, que foi convocado para suprir a ausência de Karim Benzema, também demonstrou boa movimentação e acabou premiado: Griezmann cobrou falta da esquerda e o centroavante antecipou a marcação para marcar o segundo gol francês.

Na segunda etapa, a seleção russa voltou com uma postura mais ofensiva, tentando diminuir o prejuízo da primeira etapa. E a persistência foi coroada com gol: após cruzamento da direita de Dzagoev, Kokorin subiu mais alto que os marcadores e cabeceou para o gol, sem chance de defesa para Lloris. O gol não reduziu o ímpeto da seleção francesa, que continuou pressionando os russos. Em cobrança de falta, Payet colocou uma curva incrível na bola e marcou o terceiro gol da França.

Apesar da superioridade francesa, os russos mostraram que não podem ser considerados uma “carta fora do baralho” nesta edição da Eurocopa-2016. Na base da persistência, os russos chegaram ao segundo gol após boa jogada de Shatov, que deu assistência para Zhirkov marcar o segundo gol da Rússia. O gol acordou a seleção francesa, que havia diminuído o ritmo após o tento de Payet. E o jovem e talentoso Coman, que atua pelo Bayern de Munique sobre o comando de Pep Guardiola, foi o responsável por dar tranquilidade no placar para os franceses: o atacante recebeu em velocidade, driblou Akinfeev e marcou o quarto gol, decretando números finais ao jogo. 

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *