Funcionário de banco russo em Nova York se declara culpado de espionagem

Nova York, 12 mar (EFE).- Um funcionário de um banco russo na cidade de Nova York se declarou culpado a um tribunal federal de Manhattan de várias acusações de espionagem, informou o jornal “The New York Times”.

O homem, identificado pelas autoridades como Evgeny Buryakov, de 41 anos, seria julgado nas próximas semanas em um tribunal federal de Nova York acusado de trabalhar como agente secreto russo para o Serviço de Inteligência Exterior (SVR) de seu país.

Após se declarar culpado, o homem pode receber uma pena máxima de cinco anos de prisão em audiência convocada para o dia 25 de maio, segundo confirmou a procuradoria federal do distrito sul de Nova York.

“Parece o roteiro de um filme sobre a Guerra Fria, mas mais de duas décadas depois do final da Guerra Fria continua havendo espiões russos que tentam trabalhar em segredo no nosso país”, disse em comunicado o procurador federal, Preet Bharara.

Buryakov era acusado de fazer parte de uma rede de espionagem que captava informação de inteligência para os serviços secretos russos junto a outros dois cidadãos de seu país, Igor Sporyshev e Victor Podobnyy, que abandonaram os Estados Unidos.

Segundo as autoridades, o homem vive no condado do Bronx e trabalhava em Nova York para o banco russo Vnesheconombank, que está incluído na lista de entidades financeiras russas sancionadas pelo Departamento do Tesouro.

Quando foram apresentadas as acusações no ano passado, a procuradoria revelou que pelo menos entre março de 2012 e meados de 2014 Buryakov esteve sob vigilância do FBI, tempo no qual chegou a ter 50 de encontros com os outros dois acusados.

Um deles, Podobnyy, trabalhava na Missão Permanente da Federação Russa para as Nações Unidas, e um de seus objetivos era captar dados sobre possíveis sanções a Moscou por seus esforços para desenvolver fontes de energia alternativas.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *