Últimas

Fundador do Napster quer inovar indústria do cinema

Sean Parker, fundador do Napster, informou que está envolvido em um projeto que pretende alterar a indústria do cinema. Chamado de Screening Room, o projeto planeja a criação de um set-top box antipirataria que exibiria os filmes mais recentes com a cobrança de uma taxa pré determinada.

Um dos problemas que acaba favorecendo a pirataria é a disponibilidade de alguns títulos, e o projeto propõe uma solução. Muitas vezes alguns filmes ficam disponíveis somente em alguns cinemas por um curto espaço de tempo, não permitindo que todos que querem vê-lo consigam. Além disso, algumas pessoas preferem acompanhar os filmes em suas casas.

Sean Parker propõe um método que permite que os consumidores vejam os maiores lançamentos do cinema diretamente de suas casas na data de lançamento nos cinemas. O projeto contaria com uma caixa especial, custando US$ 150, e ofereceria uma espécie de licença para ver os filmes, que duraria 48 horas e custaria US$ 50 para exibição quantas vezes desejado.

Apesar de US$ 50 parecer um valor alto, vale lembrar que o preço médio do cinema nos Estados Unidos é de US$ 10, então famílias e grupos de amigos poderiam até mesmo economizar. Além de poupar dinheiro em serviços como transporte, estacionamento, entre outros.

De acordo com a Variety, o projeto do Screening Room está em fase de pesquisa ainda, e o serviço também ofereceria propostas para os consumidores irem aos cinemas. Ainda não se tem definido o valor que seria repassado às produtoras, mas algumas já estariam interessadas e a empresa estaria perto de fechar um acordo com a AMC.

Via TorrentFreak.  

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *