“Garanto que o que você vivenciou com o chá você consegue com terapia”, dispara mãe de Rian Brito no “Superpop”

Foto: Divulgação/RedeTV!

Foto: Divulgação/RedeTV!

No “Superpop” exibido na noite da última segunda-feira (14), na RedeTV!, Luciana Gimenez recebeu ao vivo Brita Brazil, atriz e mãe de Rian Brito, jovem que foi encontrado morto numa praia de Quissamã, no Norte Fluminense, no começo do mês. Durante sua participação, Brita relembrou o desaparecimento do filho, neto de Chico Anysio, e revelou as mudanças que observou em seu comportamento quando ele passou a frequentar o centro de Estudos Xamânicos Porta do Sol e se tornou adepto ao chá do Santo Daime (Ayahuasca).

Brita Brazil disse acreditar que o consumo do chá alucinógeno pode ter, sim, causado a morte de Rian e contou à apresentadora que lançou uma petição nas redes sociais pelo fim da liberação de seu consumo no Brasil. “Em nenhuma religião, em nenhuma espiritualidade você toma um chá para se encontrar, minha gente. Trabalha no terapeuta, faz o ‘Processo Hoffman’. Em oito dias eu te garanto que tudo isso que você vivenciou com o chá você consegue com terapia”, afirmou ela. “É coisa séria a cultura indígena, não é brincadeira para ficar um bando de branco fingindo que é índio, dando chá para todo mundo indiscriminadamente”, alertou.

A atriz também revelou que já experimentou o chá Ayahuasca. “Tomei junto para ver o que ele era obrigado a tomar”. Ao ser questionada sobre o ato por Luciana Gimenez, Brita disse que não sentiu os efeitos da bebida. “Não senti nada, porque eu não fechei meus olhos, porque eu fui lá para ver o que o meu filho estava vivendo. Eu não quis sentir, eu tenho este poder. Eu sou mãe, Luciana, eu estava lá pra ver o meu filho, ver o que estava acontecendo com ele. Eu tomei igualzinho todo mundo”, explicou a mãe de Rian, que manteve os olhos abertos e ficou andando no local por entender que isso poderia impedir que a substância fizesse efeito em seu organismo.


Fonte: Bastidores da TV

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *