Giro UOL traz os destaques da noite desta quarta, 30/03, para você; ouça

Dia do Fico

A ministra da Agricultura, Kátia Abreu, afirmou que ela e os outros cinco ministros do PMDB não vão deixar os cargos no governo Dilma Rousseff. Kátia foi flagrada enviando mensagens durante a cerimônia de entrega de moradias do programa Minha Casa Minha Vida hoje, em Brasília.

A ministra diz ainda que ela e os outros cinco partidários se licenciarão da legenda em “respeito à decisão aprovada”. O único que deve ficar fora do governo é Henrique Eduardo Alves, que já tinha saído oficialmente do Ministério do Turismo no último dia 28.

Leia mais
 

Solenidade ou palanque?

Falando em Minha Casa Minha Vida, o evento de entrega das moradias do programa virou um palanque contra o impeachment da presidente Dilma. A cerimônia em Brasília contou com representantes de movimentos sociais que costumam apoiar o governo, como MST, MTST e Movimento de Luta pela Terra, entre outros. Os grupos se manifestaram contra o juiz Sergio Moro, o vice-presidente Michel Temer e a OAB e entoaram gritos de “não vai ter golpe”.

Desde o agravamento da crise política, o Palácio do Planalto tem adotado a estratégia de promover eventos com a presença de pessoas pró-governo. Na semana retrasada, o evento de posse do ex-presidente Lula na Casa Civil também teve gritos contrários ao impeachment.

Leia mais
 

Não quer cargos

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) disse acreditar que um eventual governo do vice-presidente Michel Temer (PMDB) só vai ser bem-sucedido se não forem repetidas práticas “equivocadas” da gestão Dilma Rousseff, como o “loteamento” de cargos em órgãos públicos e empresas estatais.

Aécio, que também é presidente do PSDB, afirmou ainda que seu partido vai apoiar o governo Temer se ele acontecer, mas que irá se afastar caso perceba que vai haver distribuição de cargos.

Leia mais
 

Popularidade na berlinda

Pesquisa Ibope indica que 69% dos brasileiros avaliam o governo de Dilma como ruim ou péssimo. O levantamento mostra ainda que 10% consideram a gestão como ótima ou boa, e 19% acham que é regular.

Foram ouvidas 2.002 pessoas em 142 municípios. A pesquisa começou a ser feita em 17 de março, um dia depois do juiz Sergio Moro, da Lava Jato, divulgar áudios de conversas entre Dilma e o ex-presidente Lula.

Leia mais

Terceira alta seguida

A Bolsa de São Paulo subiu 0,18%, com 51.248 pontos e fechou em alta pelo terceiro dia seguido. Com isso, o índice atingiu o maior valor de fechamento desde 27 de julho.

No mercado de câmbio, o dólar caiu 0,47%, cotado a 3,621 na venda. Com isso, a moeda americana acumula desvalorização de 9,56% no mês e de 8,29% no ano.

Leia mais
 

No vermelho

O setor público registrou deficit de R$ 23 bilhões em fevereiro. A informação foi anunciada hoje pelo Banco Central.  Este é o pior resultado para o mês desde 2002.

Na esfera federal, o deficit chegou a R$ 26,4 bilhões. Estados, estatais e municípios fecharam em R$ 3,4 bilhões. Esses dois valores somados ao pagamento de juros contribuíram para elevar a dívida bruta, que passou de 65% em outubro de 2015 para 67,6% em fevereiro deste ano.

Leia mais

FGTS como garantia de crédito consignado

O governo federal formalizou hoje a medida anunciada no fim de janeiro que permite o uso do FGTS como garantia em operações de crédito consignado.

Com isso, o empregado pode oferecer em garantia até 10% do saldo da conta vinculada no FGTS e até 100% do valor da multa paga pelo empregador, em caso de demissão sem justa causa.

Leia mais
 

População na lama

Depois de cinco meses, moradores da região de Mariana, em Minas Gerais, atingidos pelo rompimento da barragem da Samarco, vão receber o dinheiro arrecadado pela prefeitura por meio de doações.

A tragédia aconteceu em novembro de ano passado, causou a morte de 19 pessoas e é considerado o maior desastre ambiental do país. A Prefeitura de Mariana informou que cada família prejudicada vai receber R$ 2.614,38. Ao todo, foi arrecadado cerca de R$ 1,1 milhão.

Leia mais

Senhor Barriga no Brasil

O ator mexicano Edgar Vivar, conhecido como o Senhor Barriga e o Nhonho no seriado Chaves, estará no Brasil nesta semana para apresentar o novo show em 20 cidades.  A turnê vai passar pela primeira vez por Rio de Janeiro, Palmas, Salvador, Curitiba, Florianópolis e Brasília.

No show, Edgar vai contar histórias e curiosidades dos bastidores de Chaves e Chapolin e ainda vai interagir com plateia. O ator volta ao país para cumprir a promessa de apresentar um show totalmente em português, que conseguiu aprender em apenas quatro semanas.

Leia mais
 

Convidado para o próprio programa

O apresentador Carlos Massa, o Ratinho, reclamou da “malandragem no Brasil” e disse ter sido vítima de golpistas, que teriam ligado para a casa dele perguntando se ele queria participar do próprio programa no SBT.

Segundo ele, criminosos estão ligando para telespectadores e convidando para participarem do novo quadro Tempo de Ganhar, mas com a condição de depositarem R$ 100 em uma determinada conta. Ratinho disse que não há nenhum pedido de dinheiro no programa e que se alguém disser que tem que depositar é para chamar a polícia.

Leia mais

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *