Últimas
Globo

Globo encolhe R$ 730 mi em 2015, mas fatura quatro vezes mais que a Record

Foto: Reprodução/Globo

Foto: Reprodução/Globo

A Globo faturou no ano passado R$ 730 milhões a menos do que em 2014, por causa da crise econômica e consequente queda nos investimentos publicitários. Com a alta do dólar e dos juros, conseguiu fechar 2015 com um lucro de R$ 3,060 bilhões, um aumento de 29,8% em relação ao ano anterior. Os dados, oficiais, são de balanço da Globo Comunicações e Participações divulgados na sexta-feira (18).

De acordo com informações do colunista Daniel Castro, do site Notícias da TV, o lucro da Globo foi maior do que toda a suposta receita da Record, segunda maior rede do país, de cerca de R$ 2,5 bilhões. O dinheiro que ela deixou de faturar (R$ 730 milhões) é apenas 35% inferior ao faturamento anual do SBT (R$ 1,1 bilhão) e é maior do que todas as receitas de Band e RedeTV!.

A Globo encerrou 2015 com uma receita líquida de R$ 11,160 bilhões (ou quatro vezes e meia o faturamento divulgado pela Record). Em 2014, arrecadou R$ 11,890 bilhões. A queda foi de 6,1%, pouco abaixo dos 7% previstos por executivos da rede. Quando somadas as empresas controladas pela Globo, como a programadora Globosat, a receita atinge R$ 16,040 bilhões, 1,3% a menos do que no ano anterior (R$ 16,244 bilhões).

A política de redução de custos da TV Globo surtiu efeito. A emissora, que vem dispensando atores, autores e diretores inativos, viu seus custos operacionais caírem de R$ 7,110 bilhões em 2014 para R$ 7,060 bilhões.

Ainda de acordo com o colunista, o lucro líquido cresceu quase 30%, entre outros fatores, por causa das receitas financeiras, de R$ 2,100 bilhões, mais do que o dobro de 2014 (R$ 918 milhões). Com o dólar e juros mais altos, as aplicações financeiras do grupo tiveram melhores resultados.

Para 2016, o cenário projetado pela Globo é menos pior do que o de 2015. A emissora prevê um crescimento zero nas receitas publicitárias, o que, em termos reais, significa queda, pois a inflação anual supera os 10%.


Fonte: Bastidores da TV

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *