Últimas

Grupo americano Starwood assina acordo com Cuba para operar dois hotéis

Havana, 19 mar (EFE).- O grupo americano Starwood assinou neste sábado com Cuba o primeiro acordo para operar dois hotéis em Havana, um convênio firmado na véspera da histórica visita do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, à ilha, segundo confirmou a empresa em comunicado oficial.

É o primeiro acordo bilateral de Cuba com uma empresa hoteleira dos EUA desde 1959, alcançado depois que o Departamento do Tesouro concedeu ao Starwood a autorização para investir em Cuba.

Também foi assinada uma carta de intenção para investir em outra instalação hoteleira da capital cubana.

O emblemático Hotel Inglaterra de Habana Vieja fará parte da “Coleção de Luxo” do Starwood, enquanto o Hotel Quinta Avenida, no bairro de Miramar, será o primeiro Four Points cubano (classe econômica) da rede Sheraton, uma divisão do grupo hoteleiro americano.

Ambas instalações serão reabertas no final de 2016 após serem renovadas, informou a companhia, que realizará estas operações em sociedade com as hoteleiras cubanas estatais Gran Caribe e Gaviota.

O Starwood espera fechar outro acordo com a cadeia estatal Habaguanex para incluir também em sua “Coleção de Luxo” o Hotel Santa Isabel, um luxuoso palacete colonial no coração do centro histórico havanês.

“Estamos confiantes de que o Starwood é o parceiro adequado para ajudar a escrever um novo capítulo nas relações de negócios entre Cuba e Estados Unidos”, afirmou o diretor administrativo e assessor geral do grupo, Kenneth S. Siegel.

Em coincidência com o anúncio do degelo entre Cuba e Estados Unidos em dezembro de 2014, Cuba experimentou um “boom” na chegada de visitantes estrangeiros, que superou os 3,5 milhões de turistas em 2015.

O aumento de visitantes previsto para 2016 acarretará uma presumível demanda por alojamentos para Cuba, que na atualidade dispõe de 62.000 quartos, dos quais mais de 60% estão sob contrato de comercialização estrangeira e 16% são operados por empresas mistas.

Por isso, as autoridades do setor anunciaram seus planos para ampliar até 85.000 o número de quartos em 2020, incluindo os mais de 13.600 previstos para abrir durante 2016.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *