Últimas

Grupo armado curdo assume autoria de atentado que matou 37 pessoas em Ancara

Ancara, 17 mar (EFE).- O grupo armado “Falcões da Liberdade do Curdistão” (TAK, sigla em curdo) se responsabilizou nesta quinta-feira pelo atentado suicida com um carro-bomba que causou 37 mortes no último domingo em Ancara.

O grupo garantiu em mensagem divulgado através de seu site que o atentado foi uma “ação de vingança” pelas operações militares no sudeste do país, onde se concentra a minoria curda, e nas quais morreram centenas de pessoas.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *