Hackers usam malware para roubar contas no Steam, segundo Kapersky

  • Divulgação

De acordo com o Kapersky Labs, usuários da plataforma de games Steam estão sob risco de terem sua conta invadida e seus itens roubados por meio de um sistema de malware.

O malware, conhecido como Steam Stealer, foi desenvolvido por hackers que, conseguem falar russo, segundo as próprias investigações do Kapersky. A empresa indica que os criadores tem vendido o sistema a preços baixos para possíveis criminosos.

“A propagação do Steam Stealer  ocorre principalmente, mas não exclusivamente, em sites de phishing para a distribuição do malware ou por meio de engenharia social, em que a vítima é alvo de mensagens direcionadas”, diz o comunicado da Kapersky.

“Quando o malware consegue entrar no sistema do usuário, ele rouba todo o conjunto de arquivos de configuração do Steam. Em seguida, localiza o arquivo Steam KeyValue, que contém as credenciais, assim como informações de manutenção das sessões. De posse dessas informações, os cibercriminosos conseguem controlar a conta do usuário.”

O Kapersky indica que já encontrou 1.200 amostras diferentes do Steam Stealer, utilizadas para afetar dezenas de milhares de usuários por todo o mundo. Os principais afetados são usuários russos e de países do leste europeu, mas foram identificados riscos contra EUA, Índia e Brasil.

A Valve, por sua vez, implementou novas medidas de segurança contra possíveis roubos ou invasões de contas, procurando reforçar a adoção do sistema de autenticação para dispositivos mobile. Agora, quem não autenticar a troca ou anúncio de itens no Mercado deverá esperar 7 dias para que a transação seja completa.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *