Últimas

Hamilton comemora 50ª pole e reconhece: nem precisava ter acelerado tanto

  • Jason Reed/Reuters

Apesar das duras críticas sofridas pelo novo sistema de classificação, o pole position do GP da Austrália, Lewis Hamilton, não poderia estar mais satisfeito com seu desempenho. O inglês, que superou o companheiro de Mercedes, Nico Rosberg, em mais de três décimos, reconheceu que sequer precisava ter feito sua última volta rápida, tamanha sua vantagem.

“Percebi que os demais não estavam melhorando, mas terminei todas as voltas. Você tem de ir à pista e se certificar de que não vai cometer erros e de que vai capitalizar em todas as voltas que tem. Se não fizer isso, perde o embalo e depois fica difícil voltar. Então fui sempre melhorando.”

Com o resultado, Hamilton finalmente conquistou sua 50ª pole na carreira, depois de bater na trave nas últimas etapas de 2015. “Demorou um pouco. Fiquei muito feliz com o carro. Meu acerto estava perfeito. Fiz umas voltas sexy, me senti como James Brown no final”, definiu. “Não cometi nenhum erro e estou muito feliz.”

A Rosberg, por outro lado, restou focar na corrida. “Não estou contente com o segundo lugar, mas ainda há muitas oportunidades, mesmo largando em segundo”, destacou.

O GP da Austrália tem largada às 2h da madrugada do domingo, pelo horário de Brasília.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *