Últimas

Hollywood apoia projeto que cobra US$ 50 para levar estreias do cinema às casas

A startup Screening Room, criada pelo cofundador do Napster, Sean Parker, tem o objetivo de levar os filmes que estão passando no cinema para os consumidores via streaming cobrando US$ 50 por cada filme, além de US$ 150 por um set-top box antipirataria, como já informado pelo Olhar Digital

O preço parece alto, mas diretores e produtores como Steven Spielberg, Martin Scorsese, J. J. Abrams, Ron Howard, Brian Grazer, Taylor Hackford e Frank Marshall, defendem o projeto e consideram o preço razoável.

Os clientes teriam 48 horas para assistir aos filmes escolhidos e ainda receberiam dois ingressos para ir ao cinema.A ideia é captar um público mais velho que não consegue sair tão frequentemente, como casais com filhos pequenos.

Para convencer os estúdios e expositores, a Screening Room planeja repassar até US$ 20 do aluguel de cada filme para as salas de cinema. No entanto, muitos são resistentes a quaisquer medidas para reduzir o tempo entre a exibição no cinema e distribuição do conteúdo no mercado, alegando que diminuir esse período prejudica a saúde do seu negócio e incentiva as pessoas a ficar em casa.

O endosso de cineastas que produziram alguns dos maiores filmes da história por ser crucial na tentativa de convencer os proprietários de cinema em aceitar a tecnologia e ajudar a atrair investidores adicionais.

Via Variety

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *