Japão considera "inaceitável" anúncio de novos testes da Coreia do Norte

Tóquio, 15 mar (EFE).- O Japão qualificou nesta terça-feira como uma “provocação inaceitável” o anúncio feito pela Coreia do Norte de que realizará novos testes nucleares e de mísseis balísticos em um curto período de tempo.

O governo japonês “não pode tolerar” as advertências norte-coreanas que revelam “sua falta de vontade de renunciar ao desenvolvimento nuclear e de mísseis”, afirmou o ministro porta-voz do governo japonês, Yoshihide Suga, em declarações divulgadas pela agência “Kyodo”.

“O Japão vai exigir de maneira firme que a Coreia do Norte preste atenção às advertências e à condenação reiterada da comunidade internacional sobre suas ações”, acrescentou Suga em uma avaliação realizada na manhã de hoje sobre o anúncio norte-coreano.

A presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, por sua vez, lamentou em reunião do gabinete ministerial sul-coreano que o Norte continue seguindo o caminho de sua “autodestruição” se não mudar sua política de confronto com a comunidade internacional e prosseguir com suas “provocações”, segundo informou a agência sul-coreana “Yonhap”.

As reações de Tóquio e Seul vêm depois do anúncio feito hoje pela Coreia do Norte de que planeja executar “em breve” novos testes nucleares e de mísseis balísticos, em pleno momento de tensão na região depois das sanções impostas contra o regime comunista e pelos exercícios militares conjuntos realizados por Coreia do Sul e Estados Unidos.

Concretamente, o regime norte-coreano detalhou em comunicado difundido pela agência estatal “KCNA” que realizará “um teste de detonação de uma ogiva nuclear e testes de lançamento de vários tipos de mísseis balísticos de fabricação local capazes de transportar ogivas atômicas”.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *