Médico faz Paola chorar com discurso sobre desperdício no "MasterChef"

O participante Lee, de 56 anos, fez a jurada Paola Carosella do “MasterChef” se emocionar no episódio do reality show exibido nesta terça-feira (22) pela Band ao discursar sobre sua intenção de criar um empreendimento para cozinhar com sobras e reduzir o desperdício de alimentos.

“Gosto muito de cozinhar, gosto muito de ciências e se vocês gostarem da minha comida, vão me ajudar muito num projeto, num sonho antigo meu, que é abrir um laboratório para pesquisas sobre o ponto de vista de alta gastronomia de todas as sobras de casa”, explicou.

Usando artigos de laboratório, o concorrente preparou uma sopa de nabos com camarões flambados e broto de chuchu para os jurados Paola Carosella, Eric Jacquin e Henrique Fogaça. Filho de uma engenheira química, Lee é descendente de japoneses, cresceu em um laboratório e aprendeu a cozinhar para ajudar os pais que passavam o dia fora trabalhando.

“Quando a gente veio para o Brasil, a gente ficou super pobre. Papai e mamãe trabalhavam e eu tinha que cozinhar e daí você tinha que multiplicar o que você compra no mercado”, contou.

Aprovado por Paola, o candidato enfrentou resistência de Jacquin que questionou se ele era um cozinheiro. “Eu sou cozinheiro, tenho 56 anos, não tenho tempo para perder, não estou nisso para brincar, eu preciso da chancela de vocês três para eu poder ir atrás desse laboratório. Capitalista nenhum vai me dar dinheiro e o dinheiro que eu tenho não é suficiente. Quero que as pessoas gastem R$ 100 no supermercado e renda R$ 300. Fiz universidade de graça nesta terra e é a forma que eu tenho para devolver”, pediu, para então ganhar a aprovação do chef francês.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *