Últimas

Morre Andy Grove, ex-CEO da Intel e um dos precursores dos PCs

Faleceu na última segunda-feira, 21, o ex-CEO e presidente da Intel, Andy Grove. A causa da morte do executivo, que tinha 79 anos e sofria da doença de Parkinson, não foi relatada.

Groove tornou-se presidente da Intel em 1979 e CEO em 1987. Mais tarde, um câncer de próstata o afastou da tarefa, mas ele permaneceu como presidente do conselho da empresa até 2004. Durante o período em que trabalhou, a companhia transformou-se na maior fabricante mundial de semicondutores, vendo as receitas saltarem de US$ 1,9 bilhões para US$ 26 bilhões.

Enquanto era CEO da Intel, a empresa produziu chips históricos, como o 386 e o Pentium, que mais tarde acabou se tornando uma marca própria. Além disso, ele lançou as primeiras sementes para o desenvolvimento da computação pessoal. “Andy se aproximou da estratégia corporativa e da liderança de formas que continuam a influenciar pensadores  e empresas proeminentes ao redor do mundo. Ele combinou a abordagem analítica de um cientista com uma capacidade de envolver outras pessoas em uma conversa honesta e profunda, o que sustentou o sucesso da Intel ao longo de um período que viu a ascensão do computador pessoal, a Internet e Vale do Silício”, afirmou Andy Bryant, atual presidente da Intel, em comunicado. 

A transformação que promoveu na companhia que liderava fez com que Grove conquistasse uma série de admiradores, incluindo líderes conhecidos da tecnologia, como Steve Jobs. De acordo com a biografia escrita por Walter Isaacson, Jobs chegou até a pedir conselhos para Grove sobre a possibilidade de retornar à Apple.

 
Via TheVerge 

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *