Últimas

Mumford and Sons rege multidão no Lollapalooza em primeira vez no Brasil

Os britânicos do Mumford and Sons surpreenderam neste sábado (12) com um show enérgico que levou uma multidão no palco Onix no Lollapalooza Brasil 2016, em São Paulo. Na primeira vez no Brasil, a banda privilegiou a sonoridade que o fizeram famosos, um folk com inspiração na música irlandesa, com bumbo substituindo a bateria em alguma músicas e banjo.

A mistura o colocaram nas paradas e no mapa do rock britânico. Diferente do último disco dos britânicos, “Wilder Mind“, quando deram uma guinada para o som mais indie, pesado e com guitarras no lugar do som bucólico do banjo.

A plateia encheu o palco como se a banda fosse o grande headliner do primeiro dia do Lollapalooza e demonstrou pura adoração.

Nas primeiras canções, “Snake Eyes” e “Little Lion Man“, os fãs acompanharam os movimentos do vocalista. Quando ele fechava os olhos, o coro era quase religioso; quando ele se empolgava e subia na caixa de som, o público respondia pulando.

O disco novo veio apenas na quarta música, “Wilder Mind“. Embora repita a fórmula das outras canções –com o  andamento sempre em crescente–, o público acalmou e acompanhou com palmas.

Believe“, também do último disco, transformou a plateia em um mar de luzes de celulares. O tecladista reconheceu: “Em oito anos de estrada nunca vimos uma plateia como vocês”. Na penúltima música, o hit “I Will Wait“, o vocalista Marcus Mumford convidou ao palco uma fã, chamada Isabel, para traduzir sua fala: “O Brasil é o nosso país favorito”, disse ele para ela. 

A banda, com quase dez anos de existência, vem ao Brasil com certo atraso e distante de seu auge, marcado na época em que lançou o segundo disco, “Babel“, em 2012, coroado no Grammy 2013 como o álbum do ano. 

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *