Últimas

Nos pênaltis, Fluminense vence o Internacional e vai à final da Copa da Primeira Liga

O Fluminense que começou a temporada deixando a desejar, sofreu com lesões, já trocou de técnico e precisou lidar com a saída repentina do seu então camisa 10 está na final da Copa da Primeira Liga. Após empate em 2 a 2 no tempo regulamentar, o Tricolor superou o Internacional, nos pênaltis, por 3 a 2 na noite desta quarta, pela semifinal da competição. Agora, o Flu espera o vencedor do duelo entre Flamengo e Atlético-PR para a decisão do próximo dia 7. Diego Cavalieri se destacou nas penalidades ao defender as cobranças de Jackson e Anderson. 

PRÓXIMOS JOGOS

O Fluminense, sexto colocado da Taça Guanabara do Campeonato Carioca, com dois empates em dois jogos, volta a atuar no próximo domingo, quando receberá o Boavista, em Los Lários, às 18h30. Já o Internacional, quinto colocado no Gauchão, entrará em campo um dia antes. O duelo será contra o Novo Hamburgo, no Beira-Rio, às 16h, e válido pela 11ª rodada do Campeonato Gaúcho.

INTERNACIONAL SAI NA FRENTE, MAS FLUMINENSE EMPATA

O Fluminense tratou de se impor nos primeiros minutos, tomando para si as rédeas do jogo diante de um Internacional que se preocupava, em um primeiro momento, apenas em conter o ímpeto tricolor. Gustavo Scarpa, chamando a responsabilidade, deixou Osvaldo frente a frente com Muriel, com o goleiro colorado levando a melhor, logo aos sete minutos. Com mais posse de bola e volume de jogo, o Tricolor era superior. Mas o Inter provaria ser mais eficaz. Na primeira boa jogada armada, Alex, novidade de Argel para o jogo, iniciou a jogada que terminou com Vitinho aproveitando o corte de Gum, aos 24.

A resposta do Fluminense viria minutos depois. Jogador mais acionado do time até então, Osvaldo seria o responsável pelo gol de empate. Gerson, outro que vinha se destacando, lançou o atacante, que ganhou de Ernando na velocidade e finalizou por entre as pernas de Muriel, aos 29. Argel Fucks resolveu surpreender novamente e sacou o volante Silva para a entrada do meia-atacante Marquinhos logo aos 32. Mas ele não conseguiria fazer a diferença logo nos primeiros minutos. Gerson, em finalização de fora da área, e Gum, em cabeçada com força, testaram os reflexos de Muriel, que garantiu o 1 a 1 ao término do primeiro tempo.

VIRADA TRICOLOR, EMPATE COLORADO E… PÊNALTIS!

O Inter bem que tentou ser criativo, mas deixou a desejar. Faltava inspiração para os comandados de Argel Fucks. Sasha, por exemplo, deixou a desejar. Já o Fluminense, novamente com mais posse de bola e tendo a iniciativa, fez justiça ao conquistar a virada. Após Muriel salvar o Colorado novamente em conclusão de Marcos Júnior após a ótima jogada de Jonathan, o irmão do selecionável Alisson não teve como evitar o segundo gol de Osvaldo, aos 15 minutos do segundo tempo.

O Fluminense recuou, chamando o Internacional para o seu campo defensivo. A tática tricolor era aproveitar um contra-ataque para chegar ao terceiro gol. Mas ele tardou para vir. O Colorado, já com Andrigo na armação, demorou para chegar com qualidade ao gol de Cavalieri, que não precisava “copiar” Muriel com boas intervenções. Mas o Tricolor pagaria caro pelo recuo. A investida colorada pela esquerda terminaria com Vitinho aproveitando o rebote de Cavalieri, aos 40. Tudo igual em Brasília novamente após o Inter, enfim, tomar conta do jogo.

PENALIDADES

Vitinho, mandando a bola no travessão, Jackson e Anderson, graças a defesas de Cavalieri, desperdiçaram para o Internacional. Apenas Sasha e Marquinhos marcaram. Já o Fluminense, que nem precisou da última cobrança, fez com Gustavo Scarpa, Cícero e Marcos Junior. Apenas Felipe Amorim desperdiçou.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 2 X 2 INTERNACIONAL

Local: Estádio Nacional Mané Garrincha, Brasília (DF)

Data-hora: 23/6/2016 – 19h15

Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-SC)

Auxiliares: Carlos Berkenbrock (SC) e Rosnei Hoffmann Scherer (SC)

Renda/Público: Não pulgados.

Cartões amarelos: Wellington Silva (FLU) e Anderson  (INT)

Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Vitinho, 24’/1ºT(0-1); Osvaldo, 29’/1ºT(1-1); Osvaldo, 15’/2ºT(2-1) e Vitinho, 39’/2ºT(2-2).

Nos pênaltis: XXXX

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Jonathan, Gum, Henrique e Wellington Silva; Pierre, Cícero, Gerson (Felipe Amorim, 40’/2ºT) e Gustavo Scarpa; Osvaldo (Douglas, 42’/2ºT) e Magno Alves (Marcos Junior, Intervalo) – Técnico: Levir Culpi.

INTERNACIONAL: Muriel; William, Jackson, Ernando e Artur (Raphinha, 32’/2ºT); Silva (Marquinhos, 32’/1ºT), Fabinho, Anderson e Alex (Andrigo, 21’/2ºT); Vitinho e Eduardo Sasha – Técnico: Argel Fucks.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *