Últimas

Novo "MasterChef" repete os seus velhos erros de edição

Apontado como principal produto do entretenimento da Band, a estreia do “MasterChef”, terça passada, tem que merecer espaço.

O grande problema do programa, desde o seu lançamento por aqui, é o trabalho de edição que sempre deixou a desejar.

O anúncio do primeiro participante aprovado não foi exibido para o telespectador. O responsável pela edição achou que não precisava e o diretor do programa, Patrício Diaz, passou batido.

Mostraram apenas a sua reação. Ao telespectador coube o exercício do subentendimento. O programa, neste novo começo, usou e abusou da emoção. Foi até exagerado. Muitas lágrimas e pouca didática culinária.

Outro erro de princípio foi a exibição de clipes mostrando os participantes aprovados em provas futuras. Isso é um erro primário em televisão.

Ainda com tudo isso, o “MasterChef Brasil” é um produto forte, resistente e promete ser mais um sucesso.

*Colaborou José Carlos Nery

Leia a coluna na íntegra.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *