Pernambuco faz parceria com a Microsoft para educação e inovação

Um protocolo de intenções foi assinado hoje pela Microsoft e Governo de Pernambuco.
Foto: Divulgação.
Um protocolo de intenções foi assinado hoje pela Microsoft e Governo de Pernambuco.
Foto: Divulgação.

A tecnologia da gigante norte-americana, Microsoft, estará mais acessível a Rede Estadual de Ensino, além de ONGs e startups locais. A partir desta quarta-feira, começa a valer o protocolo de intenções, assinado pelo governador Paulo Câmara. A parceria entre Prefeitura, Porto Digital e a Microsoft vai atuar nos campos da educação, inovação e empreendedorismo.

Segundo a Prefeitura do Recife, a iniciativa deve beneficiar cerca 1,2 mil escolas, 800 mil alunos e 36 mil professores, que receberão capacitação. Os alunos terão acesso à plataforma de produtos Microsoft, incluindo licenças de tecnologias da marca, como o Office 365 Educacional, com Word (editor de textos), Excel (planilha de cálculos), PowerPoint (apresentação de slides), OneNote (bloco de notas) e o OneDrive (armazenamento). Através da plataforma DreamSpark Standard os estudantes ainda terão acesso gratuito a softwares de desenvolvimento e design de programas.

Serão doados softwares para ONGs parceiras da Prefeitura do Recife e do Governo de Pernambuco que atuam em projetos de alfabetização em informática. Outra ação importante na área será a disponibilização do aplicativo “Microsoft Cidadão Conectado”, que permite a fiscalização de ações, o envio de proposta e a avaliação dos serviços públicos.

Já para as startups, a iniciativa vai permitir o acesso a BizSpark para acesso à tecnologia e à nuvem Microsoft, metoria e uso de licenças. Segundo a Prefeitura, já foram beneficiadas cerca de 100 startups em todo estado. “Nesse momento, a gente renova a parceria e os investimentos. Além disso, estreitamos o relacionamento ainda mais com essa empresa que tanto colabora para o crescimento do Estado”, afirmou o presidente do Porto Digital, Francisco Saboya.

A presidente da empresa no Brasil, Paula Bellizia, afirmou que educação e empreendedorismo são motores de desenvolvimento social e econômico. “O nosso interesse é fomentar o empreendedorismo em Pernambuco, suportar todo o processo educacional, para que a gente gere riqueza, valor, motor de crescimento e desenvolvimento social”, assegurou.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *