Últimas

Pernambuco perde Paulo Crespo, líder cristão mediador de conflitos rurais

As referências a Paulo Crespo, morto e sepultado ontem aos 83 anos, no Cemitério Morada da Paz, eram nos últimos anos mais à sua condição de padre casado do que a de organizador dos trabalhadores rurais. Isso é compreensível pela distância temporal deste papel, exercido por Crespo nos anos 1960, quando a Igreja Católica controlava a maioria desses sindicatos no estado. Dos cerca de 115 sindicatos, a instituição religiosa comandava mais de 90, sendo o ainda não padre casado um dos responsáveis pelo número. Ele se destacava pela formação intelectual, o que incluía estudos no Instituto Católico de Paris e ensino na Universidade Católica de Pernambuco. Mas o que o levou a apoiar os trabalhadores rurais foi a experiência na Paróquia de Jaboatão, assumida aos 24 anos. Nascido em Bom Conselho, no Agreste, chocou-se com a pobreza da zona canavieira. “Percebi uma grande miséria e sofrimento, muita fome, muita nudez”, revelou em entrevista. A escolha que fez resultou em visões diferentes de seu papel: comunista para uns, pelego ou homem de Igreja para outros.

…Entre os três
A imprensa incluía o padre Paulo Crespo, nos anos 1960 e 1970, entre os três líderes cristãos importantes quando se falava de conflitos na área rural de Pernambuco. Padre Antônio Melo e Frei Carício eram os outros.

Eu sou padre, e ninguém pode tirar. Assim diz nossa doutrina. Quem se batiza, quem se crisma e quem se ordena, até no inferno continua batizando, crismando e padre. Ninguém pode mais tirar aquela sua qualidade”.

Paulo Crespo, padre casado

Pisando na grama…
Raros são os pedestres que não pisam nos canteiros construídos na calçada das Lojas Riachuelo, na Avenida Conde da Boa Vista. Eles se jogam sobre a grama a qualquer sinal de que terá que reduzir o ritmo dos passos.

…No chão batido
Resta menos da metade da grama plantada nos três canteiros, no ano passado. E o que sobrou está basicamente nos recantos dos dois canteiros laterais. O canteiro central está quase todo no chão batido.

Recolher cavalos
A UFPE decidiu, em parceria com o Centro de Vigilância Ambiental do Recife, recolher e evitar a circulação de animais no Campus da Cidade Universitária. Até a semana passada, via-se bichos circulando no lugar.

Paralisação…
Tem um nó a ser desatado pela Prefeitura do Recife no campo da saúde. Os médicos do programa Saúde Família anunciaram paralisação para hoje e amanhã. Há um ato marcado para 9h, em Dois Unidos.

…queixas
Dizem os médicos que existe um déficit de profissionais nas unidades de Saúde da Família e a falta frequentemente de medicamentos e insumos, além de atraso na entrega dos resultados dos exames. 

Luz amarela
Com as últimas chuvas, os vizinhos do Edifício Novo Recife, na Praça Machado de Assis, Boa Vista, voltaram a ligar o sinal de alerta em relação à dengue, zika e chikungunya, pois a cobertura virou uma piscina

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *