Últimas
20160329153214745388a

PMDB oficializa saída do governo Dilma Rousseff

O partido determinou também que todos os seis ministros que são do partido entreguem os cargos. Foto: Facebook/Reprodução.
O partido determinou também que todos os seis ministros que são do partido entreguem os cargos. Foto: Facebook/Reprodução.

Em reunião, nesta terça-feira, o Diretório Nacional do PMDB decidiu romper, por aclamação, com o governo da presidente Dilma Rousseff. Além disso, determinou que todos os seis ministros que são do partido entreguem os cargos.

Durante a reunião, o deputado Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) afirmou que o PMDB precisa se preparar para exercer o poder. Segundo ele, o partido, ao longo dos últimos anos, tem exercido o papel de coadjuvante e “algumas vezes um péssimo coadjuvante”.

Ainda para Jarbas, a demonstração de unidade hoje do PMDB, que decidira por aclamação o desembarque imediato do governo de Dilma, é a demonstração que o partido esta em sintonia com as ruas que nao aguentam mais o pais quebrado e esta sobre administração do PT.

O deputado até admite que se dê um prazo para os ministros deixarem os cargos após a reunião de hoje, mas acha inviável que algum deles permaneça no posto, contrariando os deveres partidários. “Se isso acontecer, que se coloque para a fora (o ministro).” Jarbas afirmou ainda que as ameaças, que vem sendo feitas pelo PT de que Temer será o próximo a cair, fazem parte da estratégia petista de agir. “Quem primeiro gritou fora alguém foi o PT pedindo a saída de Fernando Henrique Cardozo. Eles fazem oposição a si próprios”.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *