Problemas referentes ao abastecimento no Vale são Francisco não são de responsabilidade do SAAE

O SAAE – Serviço Autônomo de Água e Esgoto informou nessa segunda-feira (28), que os problemas referentes à falta d´agua no residencial Vale do São Francisco construído por meio do Programa Minha Casa Minha Vida do Governo Federal, são de responsabilidade da empresa responsável pela execução das obras, Engenharq, que ainda não concluiu algumas pendências.

 

Segundo informações do SAAE, os principais problemas que causaram falta d’água são: Baixa vasão dos reservatórios de água e utilização de braçadeiras de plástico nas tubulações, que quebram com facilidade provocando vazamentos, essas devem ser substituídas por braçadeiras de ferro. Além disso, está ocorrendo quebra constante do asfalto, por não aguentar o peso dos carros, o que também colabora com os vazamentos.

 

De acordo com o diretor-presidente do SAAE Jorge Alves, devido a essas pendências, a autarquia ainda não assumiu a responsabilidade pelo abastecimento da localidade. Além disso, a Engenharq ainda não entregou um relatório, atestando a profundidade dos três poços da localidade, que deve ser assinado por um geólogo.

 

Jorge Alves afirmou que apesar de não ser da alçada do SAAE, a autarquia Pública pertencente à Prefeitura de Penedo ordenou que aquela localidade não ficasse desabastecida e por isso foram realizadas ações. Dessa forma, foram colocados em funcionamento dois, dos três reservatórios d´água da localidade, o que amenizou a problemática da falta d’água nas 600 casas construídas.

 

Apesar dessa ação por parte do SAAE, o abastecimento ainda não é o ideal, sendo o principal problema causado por um dos poços instalados no local, cuja bomba d´água ficou soterrada.

 

“Em um dos poços, tentamos retirar a bomba d’água para conserta-la e então colocar o poço em funcionamento, porém devido a esta está soterrada, não obtivemos êxito. A mesma deve então ser retirada pela empresa responsável pela execução das obras, pois existe uma corda que prende a bomba e caso essa seja rompida, o poço fica inutilizado”, afirmou o diretor-presidente do SAAE Jorge Alves.

 

O gestor também ressaltou que apesar da responsabilidade por esses problemas serem da empresa responsável pela execução das obras, o SAAE está tomando todas as medidas necessárias para que a população residente no Vale do São Francisco, não fique desabastecida.

 

“Só assumiremos a responsabilidade pelo abastecimento, quando as pendencias forem 100% resolvidas. Apesar disso, o prefeito Marcius Beltrão ordenou que a população residente na localidade não fique sem água, por isso estamos tomando as medidas necessárias”, encerrou.  

 

Secom Penedo

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *