Professor do Ifal é achado morto com sinais de agressão em Garça Torta

Principal suspeita da polícia é de que Jorge Luiz Scrther tenha sido vítima de latrocínio

 

O professor Jorge Luiz Scrther, de 53 anos, foi encontrado morto no final da noite dessa segunda-feira (29) dentro de casa no bairro de Garça Torta, em Maceió. A vítima ensinava no Instituto Federal de Alagoas (Ifal) no município de Palmeira dos Índios.

De acordo com a Polícia Militar (PM), Jorge Scrther apresentava sinais de violência na região do pescoço. No local onde o corpo foi encontrado, havia marcas de sangue na parede.

A principal suspeita da polícia é que o professor tenha sido vítima de latrocínio, já que um procurador da vítima relatou o sumiço de objetos pessoais do professor.

Segundo Jailton de Oliveira Correia, sumiu do local um notebook, um aparelho celular e uma carteira.

A morte do professor tem mobilizado a classe artística do estado, que tem se manifestado por meio de redes sociais.

Jorge Scrther é natural de Marília, em São Paulo, estudou na Universidade Federal de Alagoas, e fundou a Cia. Ltda. em 2006, núcleo de pesquisas, e ações artísticas, que investiga principalmente o corpo e suas relações com o meio.

 

Por Eduardo Almeida

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *