Últimas

Quatro anos após agressão, Monalisa estreia à frente do "JN"; web comemora

Quatro anos após ser agredida por um manifestante durante uma entrada ao vivo, a jornalista Monalisa Perrone estreou na noite deste sábado (19) à frente do “Jornal Nacional”, principal e o mais importante telejornal da Globo. Ela apresentou o “JN” ao lado de Evaristo Costa, titular na bancada do “Jornal Hoje”.

  • 49253
  • true
  • http://tvefamosos.uol.com.br/enquetes/2016/03/19/o-que-voce-achou-da-estreia-de-monalisa-perrone-na-bancada-do-jn.js

Nas redes sociais, muitos internautas relembraram o episódio da agressão e comemoraram a volta por cima dada pela repórter. “Que coisa mais linda essa Monalisa Perrone, que hoje está na bancada do ‘Jornal Nacional’ , hein? Benza Deus”, exclamou um usuário, via Twitter. “Quero vê-la crescendo cada vez mais, é uma apresentadora maravilhosa”, ressaltou uma telespectadora. “Monalisa, eu quero um filho seu”, afirmou o tuíteiro, um pouco mais ousado.

“Muito boa a estreia de Monalisa Perrone, ao lado de Evaristo Costa, na bancada do ‘JN'”, avaliou a também jornalista Sônia Abrão, no Instagram.

Gentil, Monalisa agradeceu ao telespectador e a colegas de emissora pelo apoio em sua estreia na bancada do “Jornal Nacional”. “Muito obrigada pelo apoio”, disse ela, no fim do telejornal.

Conforme noticiado com antecedência pelo colunista do UOL Flávio Ricco, Monalisa Perrone, que já foi repórter e moça do tempo do “JN”, apareceu pela pela primeira vez na bancada do principal telejornal da televisão brasileira neste sábado.

Perrone trabalha na emissora desde o início de 1999. Em 2010, além de fazer reportagens na rua, passou, eventualmente, a apresentar os telejornais locais de São Paulo, como “Bom Dia São Paulo” e o “SPTV”, além do telejornal de rede “Bom Dia Brasil”.

Em 2011, a jornalista foi agredida por um manifestante durante uma entrada ao vivo, direto da porta do Hospital Sírio-Libanês. Ela foi empurrada de forma brusca por um homem enquanto fazia a cobertura do primeiro dia de tratamento contra o câncer do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. (Assista ao vídeo).

Em dezembro de 2014, aceitou o desafio de comandar o “Hora Um”, primeiro telejornal da grade da emissora, exibido das 5h às 6h.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *