Últimas

R. Augusto se diz surpreso com China e admite 'frio na barriga' com seleção

O meia Renato Augusto foi convocado pelo técnico da seleção brasileira, Dunga, quando defendia o Corinthians em 2015. Em 2016, voltou a ganhar chances com o treinador, mesmo se transferindo para o Beijing Guoan (China).

Lembrado por Dunga para os jogos contra Uruguai (25 de março, no Recife) e Paraguai (29 de março, em Assunção), o próprio meia admitiu que temia ficar de fora da seleção por ter se transferido para a China. Em entrevista à ESPN Brasil, o meia afirmou ter sentido “um frio na barriga” diante da incerteza de sua convocação.

“Eu sabia que tinha feito um trabalho muito bom no ano passado, e que isso me deixaria perto da seleção. Claro que fica um frio na barriga. A partir do momento que você não tem esse frio na barriga e essa vontade de ir, melhor nem jogar mais. É um frio na barriga gostoso”, disse Renato Augusto, cuja convocação foi comemorada pelo clube.

“É a primeira vez que um jogador do Beijing Guoan é convocado na seleção brasileira, (isso) teve uma repercussão grande no clube. Mas a gente sabe que só isso não adianta. Tem que conquistar o espaço no clube e, pensando a curto prazo, jogar essa Copa América”, completou.

O Beijing Guoan, a exemplo do Tianjin Teda, ainda não estreou na Superliga Chinesa. Mesmo assim, pelo que se viu até aqui, o meia se mostrou surpresa com o nível técnico do futebol local.

“Pelo que falavam, eu achei que eu iria encontrar um futebol muito abaixo do que eu pensava. Me surpreendeu positivamente. Jogadores que atuaram na Espanha e em Portugal, por exemplo, estão no meu time. E pelas contratações que fizeram, esse início de temporada tem tido jogos de alto nível”, analisou.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *