Últimas

Refém de avião da EgyptAir pede foto com sequestrador e repercurte na internet

O britânico Ben Innes ao lado de Seif Eldin Mostafa (e seu cinto de explosivos) Foto: Ben Innes / Reprodução (O britânico Ben Innes ao lado de Seif Eldin Mostafa (e seu cinto de explosivos) Foto: Ben Innes / Reprodução)
O britânico Ben Innes ao lado de Seif Eldin Mostafa (e seu cinto de explosivos) Foto: Ben Innes / Reprodução

O sequestro de uma aeronave da companhia aérea EgyptAir ocorrido na última terça-feira, 29/3, se tornou ainda mais bizarro por uma interação ocorrida entre refém e sequestrador dentro do próprio avião.

Em meio a momentos de tensão e sob o cativeiro do egípcio Sef Eldin Mostafa, o técnico de segurança britânico Ben Innes não perdeu a oportunidade de registrar para a posteridade o sequestro do Airbus A-320 no aeroporto de Lánarca, no Chipre.

Um dos últimos reféns a ser libertado por Mostafa, Innes se aproximou de seu captor para fazer uma ‘selfie’ a seu lado. Com um sorriso no rosto, o britânico é visto ao lado do sequestrador tranjando um cinturão de explosivos que, posteriormente, autoridades comprovaram ser falso.

A imagem caiu na web e repercutiu em sites de notícias e redes sociais pelo mundo. Taxado de ‘narcisista’ e ‘irresponsável’, Ben Innes alegou à imprensa internacional ter se aproximado de Mostafa para avaliar se os explosivos que ele carregava eram verdadeiros ou não.

‘Eu pensei que, se a bomba fosse real, eu não teria nada a perder de qualquer forma, então aproveitei a oportunidade para dar uma olhada de perto’, afirmou Innes em entrevista ao The Sun.

Menos de 24 horas após o incidente, a já famosa ‘selfie’ de Innes ganhou versões e piadas pela internet. Uma delas partiu do site humorístico Mockeree, que encaixou Innes em outros momentos tensos da história como os atentados de 11 de Setembro e o assassinato do presidente Kennedy.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *