Últimas

Rinaldi critica estrutura que herdou da CBF e anuncia saída para 2018

O coordenador de seleções da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Gilmar Rinaldi, admitiu nesta segunda-feira que a estrutura da entidade herdada por ele, em 2014, era ultrapassada. Ele ainda afirmou que deixará seu cargo em 2018.

Em evento da Abex (Associação Brasileira dos Executivos de Futebol), o dirigente afirmou que ele tem feito quase um trabalho de base para recolocar o futebol no caminho considerado certo por eles.

Para exemplificar o que ele considera erro, Rinaldi mostrou parte do novo sistema de avaliação de atletas feita pela CBF.

“Não estamos na safra ruim. A gente é que não está enxergando. Estamos agora com sete olheiros e isso é muito pouco para o Brasil. Notei que as convocações da base eram sempre muito repetidas. Não era possível. O Brasil é gigante e tem jogador bom para caramba”, destacou. “Temos agora olheiro até para goleiro.”

Rinaldi ainda destacou problemas que tinha com banco de dados até da seleção principal e de jogadores como Neymar, por exemplo. Segundo ele, na estrutura anterior, o funcionário tinha poder com as informações e, hoje, esse sistema é da CBF.

“Antigamente, o funcionário saia e levava com ele tudo. O sistema que tinha na CBF não permite que hoje eu tenha dados de antigamente de lesão, evolução e tudo mais do Neymar com 17 anos, por exemplo. Hoje temos isso”, afirmou.

Seguindo a linha de profissionalismo, Rinaldi destacou que ainda tem procedimentos que está aprendendo e que espera entregar seu cargo para alguém que tenha estudado para assumir uma função no futebol.

“Eu não me preparei. O mundo me preparou. E no futuro vai estar um de vocês (executivos da entidade) aqui. Vou trabalhar até 2018 (após a Copa do Mundo da Rússia) e depois vou retomar alguns projetos com a minha família”, afirmou.

“Estamos melhorando tudo isso, toda a estrutura. Tenho ideias ‘pra caramba’, pego ideias de vocês a todo momento. Mas o importante não é de quem é a ideia. É para quem a ideia serve”, declarou também.

Rinaldi comenta briga ao vivo na TV

O dirigente ainda comentou o entrevero que teve com o jornalista Fabio Seixas, do canal de TV por assinatura SporTV.

O desentendimento aconteceu no último dia 3, durante a apresentação do programa Redação SporTV. Na ocasião, Seixas criticou a convocação do goleiro Diego Alves, do Valencia, por supostamente ter contado com Gilmar Rinaldi como empresário – informação negada pelo próprio Rinaldi no ar.

“Alguém tentou armar uma arapuca em uma empresa como a Rede Globo e não checaram a informação”, afirmou o dirigente nesta segunda-feira. Após o desentendimento, Seixas se desculpou com Rinaldi na última sexta-feira (11).

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *