Últimas

Rivais na briga pelo título, Barça e Atlético têm rodada fácil no Espanhol

Madri, 10 mar (EFE).- Barcelona e Atlético de Madrid seguem duelando pelo título do Campeonato Espanhol, apesar da grande vantagem do clube catalão, e receberão dois adversários teoricamente frágeis nesta 29ª rodada, marcada também pela partida entre Sevilla e Villarreal, um confronto direto pela última vaga do torneio na próxima Liga dos Campeões.

Com 72 pontos, oito de vantagem para o Atlético, o Barcelona joga sem pressão para confirmar o segundo título consecutivo do Espanhol. Só uma grande tragédia pode afastar os comandados de Luis Enrique de colocar a mão na taça no fim da temporada.

O time catalão recebe no sábado, no Camp Nou, o Getafe, que interrompeu na última rodada uma sequência de sete derrotas consecutivas, a pior de sua história no Espanhol, após um empate com o Sevilla por 1 a 1. Com os resultados recentes, a equipe despencou na tabela e está na 16ª posição, com 27 pontos, apenas um à frente do Granada, primeiro da zona de rebaixamento.

O retrospecto aponta para uma vitória sem dificuldades do Barcelona. Em onze visitas ao Camp Nou, o Getafe obteve três empates e foi derrotado oito vezes. Além disso, Luis Enrique terá o retorno de Neymar, que, suspenso, não jogou na goleada sobre o Eibar, por 4 a 0, na última rodada.

O duelo entre as duas equipes no primeiro turno foi marcado por uma polêmica. Depois do triunfo por 2 a 0, parte dos jogadores do Barcelona – Neymar, Luis Suárez, Gérard Piqué, Jordi Alba e Marc Bartra – entrou na sala de imprensa do estádio Coliseum Alfonso Pérez, usando máscaras, para comemorar o Halloween. O incidente interrompeu a entrevista coletiva do meia Víctor Rodríguez, do Getafe.

Nesta quinta-feira, o presidente do Getafe, Ángel Torres, afirmou em entrevista coletiva que “não se esqueceu” da “falta de respeito” do Barcelona, que chegou a se desculpar em nota após o ocorrido. Inclusive, o dirigente afirmou que não irá participar de um almoço com a direção do Barcelona antes da partida.

No Vicente Calderón, o Atlético também tem um compromisso teoricamente simples para seguir na perseguição ao rival. O Deportivo La Coruña, adversário deste sábado, não vence há 11 partidas no Espanhol. Somando todas as competições, já são 14 jogos sem conquistar os três pontos. A equipe estacionou nos 33 pontos, despencou na classificação e agora ocupa a 13ª colocação.

O técnico Diego Simeone, porém, terá alguns desfalques para a partida. O zagueiro montenegrino Stefan Savic e o meia português Tiago estão fora por lesão. Já o atacante espanhol Fernando Torres é dúvida por causa de um problema no joelho direito.

Além de torcer por um tropeço do Barcelona para tentar reduzir a distância do Espanhol, a partida tem um significado extra para o Atlético. A equipe quer chegar com moral para o duelo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões contra o PSV, que será disputada na próxima semana.

Já o Real Madrid, terceiro colocado e praticamente sem chances de título, visitará o Las Palmas, no estádio Gran Canaria, no domingo. Apesar de ocupar a 15ª posição, com 30 pontos, apenas quatro acima da zona de rebaixamento, o Las Palmas vem de uma boa sequência na competição: três vitórias nas últimas três partidas.

Classificado para as quartas de final da Liga dos Campeões após eliminar a Roma, o Real tenta, pelo menos, roubar a vice-liderança do Atlético. O time de Zidane também vem empolgado no Espanhol, após ter goleado o Celta de Vigo, por 7 a 1, na última rodada.

Para a partida, o técnico francês não terá o compatriota Karim Benzema, lesionado. Já Toni Kroos é duvida devido a uma forte gripe.

Mais longe da briga pelo título, outro jogo é decisivo para a definição de quem ficará com as vagas nas competições europeias. No domingo, o Sevilla, quinto colocado, recebe o Villarreal, na quarta posição da tabela, a última que garante presença na ‘Champions’.

Será a última oportunidade dos comandados de Unai Emery de tentarem se aproximar do rival, que tem uma vantagem de oito pontos. Os resultados ruins fora do estádio Sánchez Pizjuán têm prejudicado a busca do Sevilla pela Liga dos Campeões.

Como o duelo é dentro dos seus domínios, o Sevilla espera conquistar os três pontos contra o Villarreal, que vem de duas derrotas consecutivas e jogará com vários desfalques. Roberto Soldado, lesionado, Samu García e Jonathan dos Santos, ambos lesionados, estão fora do confronto decisivo. Matteo Musacchio e Jaume Costa ainda são dúvida para o técnico Marcelino García Toral.

Um novo tropeço, porém, pode atrapalhar as chances do Sevilla até mesmo na Liga Europa. O Athletic Bilbao, sexto colocado, está a apenas um ponto e pode ultrapassar o rival se vencer o Betis, no décimo lugar do Espanhol, no domingo, no estádio San Mames.

Mesmo com goleada para o Real Madrid na última rodada, o Celta de Vigo também segue na briga por vaga nas competições europeias, com 42 pontos, três a menos que o Sevilla, a equipe enfrenta no sábado a Real Sociedad, em Balaídos, para se recuperar na competição.

A 29ª rodada do Espanhol será aberta nesta sexta-feira. O Málaga, 12ª colocado na tabela, com 33 pontos, recebe o Sporting Gijón, vice-lanterna do torneio, com 24 pontos.

Programação da 29ª rodada do Campeonato Espanhol:.

Sexta-feira.

Málaga – Sporting Gijón.

Sábado.

Barcelona – Getafe

Celta de Vigo – Real Sociedad.

Atlético de Madrid – Deportivo La Coruña.

Rayo Vallecano – Eibar.

Domingo.

Levante – Valencia.

Sevilla – Villarreal.

Athletic Bilbao – Betis.

Las Palmas – Real Madrid.

Segunda-feira.

Granada – Espanyol.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *