Últimas

Sanders vence primárias em Washington, Alaska e Havaí

Nas prévias para definir candidato democrata à Casa Branca, senador Bernie Sanders, de Vermont, consegue superar concorrente Hillary Clinton em três estados. Ex-secretária de Estado continua a ser clara favorita.

O senador Bernie Sanders, candidato democrata à Casa Branca, venceu com grande margem em relação à sua rival, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton, as primárias realizadas neste sábado (26/03) no Havaí, Alasca e em Washington.

No Hawai, que tem 25 delegados, Sanders ganhou 71% dos votos contra apenas 29% obtidos por Clinton, segundo a mídia americana. No Alasca, com 16 delegados em jogo, Sanders conseguiu 82% dos votos e, em Washington, que tem 101 delegados para distribuir, obteve 73% da votação, tendo Hillary conseguido apenas 18% e 27% das votações, respectivamente.

Essa tripla vitória é fundamental para dar um novo impulso à campanha de Sanders nas eleições primárias que vão decorrer no próximo mês no meio-oeste e no noroeste do país. Apesar de ter sido o vencedor destes três escrutínios, a diferença entre o número de delegados obtidos por Sanders em relação aos obtidos por Clinton ainda é ampla.

Para se eleito candidato presidencial dos democratas no congresso do partido, são necessários os votos de 2.383 delegados. Segundo a contagem da emissora americana CNN, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton já tem 1.711 delegados do seu lado; Sanders, por sua vez, somente 952.

Os candidatos democratas vão ter o próximo encontro eleitoral no dia 5 de abril no Wisconsin, onde serão disputados 86 delegados, mas a estratégia de Sanders é chegar com opções à Califórnia, onde há 475 delegados para distribuir em junho, sendo o estado com mais delegados em jogo.

Clinton continua favorita

Apesar das derrotas no Alaska e Washington, Clinton continua a ser a clara favorita, embora Sanders tenha se demonstrado um adversário mais forte que o esperado. Atualmente, já é quase certo que o senador vai continuar na disputa até, pelo menos, junho, ou até mesmo até o congresso de nomeação, em fins de julho.

Entre os republicanos, as próximas prévias vão acontecer em abril. O bilionário Donald Trump é o favorito, à frente do senador texano Ted Cruz e do governador de Ohio, John Kasich. O próximo presidente americano será eleito no dia 8 de novembro deste ano.

CA/lusa/dpa/afp/rtr

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *