Sem citar atentados, Eagles of Death Metal seduz Lollapalooza com rock

Alba Gil.

São Paulo, 12 mar (EFE).- Três horas após a abertura dos portões do Lollapalooza, no Autódromo de Interlagos, o festival contou com a apresentação da banda Eagles of Death Metal, que acordou o público com o rock barulhento, deu cantadas e não mencionou os atentados terroristas em Paris.

“Vocês não têm nem ideia de quanto precisávamos deste show. E vocês apareceram, não me decepcionaram”, disse o vocalista Jesse Hughes, enquanto fumava.

O público, ainda um pouco adormecido, respondeu com uma intensa ovação, enquanto o grupo começava o show ao som de “I only want you”. O amor foi a obsessão da banda durante a hora exata que durou a apresentação, com beijos, mensagens de paixão e elogios a várias fãs entusiasmadas.

Não houve lamentos, nem menções aos atentados terroristas ocorridos em novembro do ano passado na casa de shows Bataclan, em Paris. Hughes não parou de dançar, pular e vibrar. Em um momento, o cantor inclusive foi ao público, quando recebeu beijos de fãs sob os olhares dos segurança.

Ao fim, o vocalista voltou ao palco, mas não para continuar a tocar. Hughes pegou uma bebida, tomou tudo em segundos e berrou para os presentes: “Se eu não estava bêbado antes, agora devo estar”.

Acostumados com o jeito do cantor, os integrantes da banda seguiram com o rock, apesar da anunciada ausência do baterista Josh Homme. Em compensação, quem foi ao show pode ver um solo do guitarrista Dave Catching com os olhos vendados.

Depois do sol, os islandeses do Of Monsters and Men iniciaram o show com a ameaça de chuva no festival. O quinteto chega ao Brasil com nome consolidado para repetir o show no Lollapalooza, onde se apresentaram três anos atrás.

Mais tarde será a vez dos australianos do Tame Impala, cujo rock psicodélico resultou um novo álbum, “Currents”, que navega pelo oceano do pop e ritmos eletrônicos.

O sábado ainda contará com os ingleses do Mumford & Sons, que levaram o folk às paradas de sucesso do mundo inteiro com seu característico banjo e inconfundível som acústico. Com o álbum “Wilder Mind”, a banda decidiu sair da zona de conforto e entrar no universo dos sintetizadores.

A última atração do dia será o rapper Eminem, destaque absoluto do evento, que retorna ao Brasil entre rumores sobre o possível lançamento de um novo disco.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *