Sobe para 14 número de estudantes mortos em acidente de ônibus na Espanha

Um total de 14 estudantes de Erasmus de várias nacionalidades morreram hoje (20) de manhã quando o ônibus em que seguiam chocou com um veículo na autoestrada AP-7, junto a Freginals, em Tarragona, Espanha, informou o governo regional catalão.

De acordo com o conselheiro de Interior (Administração Interna) do Governo regional da Catalunha, Jordi Jané, além das 14 vítimas mortais outras 30 pessoas ficaram feridas no acidente, quatro delas em estado muito grave. Os feridos graves foram transportados para o Hospital Verge de la Cinta de Tortosa (Tarragona).

No momento não há informação de portugueses entre os feridos levados para o hospital que recebeu os casos mais graves.

O ônibus  acidentado em Freginals, pertencente a uma empresa de Mollet del Vallès (Barcelona), transportava 57 pessoas: um condutor e estudantes de Erasmus de diversas nacionalidades que regressavam das tradicionais festas de Páscoa em Valência.

O acidente aconteceu às 6h da manhã (horário local), quando o carro da empresa Autocares Alejandro, que circulava em sentido Barcelona, perdeu o controle, atravessou a faixa e ficou voltado no sentido sul, colidindo com o outro veículo.

O motorista do ônibus sobreviveu ao acidente e estava hoje de manhã à disposição da comissaria dos Mossos de Esquadra (polícia autonómica da Catalunha) de Tortosa, indicou o conselheiro de Interior, Jordi Jané.

Jané disse também que “tudo indica que o acidente se deveu a fatores humanos”, mas ressalvou que aguarda as  investigações para apurar a causa da colisão.

Os bombeiros estão trabalhando com 17 equipes para resgatar as vítimas do interior dos veículos envolvidos  e  transportar as pessoas ilesas para um hotel em Tortosa (Tarragona).

“Estamos chocados. Sabemos que as vítimas são muito jovens e hoje é um dia muito triste”, disse Josep Roncero, prefeito de Freginals (Tarragona), uma povoação de escassos 400 habitantes, uma das primeiras pessoas a chegar ao local.

A proteção civil do governo, em conjunto com as autoridades locais, está disponibilizando locais de atendimento aos ilesos, com ajuda psicológica.

A circulação na AP-7 esteve completamente paralisada no sentido sul, mas  já foi desbloqueada uma via.

Esta colisão é um dos acidentes de trânsito mais graves que ocorrereu na Espanha desde 2000, com envolvimento de um ônibus de passageiros.

O acidente com o maior número de mortes na Espanha foi no dia 6 de julho de 2000, quando um ônibus em que viajavam alunos catalães colidiu com um caminhão de transporte de gado na cidade de Soria Golmayo, provocando a morte de 20 pessoas e  de 13 feridos graves.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *