Últimas

Sony está trabalhando em PS4 mais poderoso, afirma consultoria

  • Divulgação

    Mais do que uma variante mais compacta, nova versão do PlayStation 4 poderá oferecer recursos mais avançados, como a capacidade de reproduzir conteúdo em 4K. De acordo com consultoria, Sony trabalha com protótipos do novo aparelho

    Mais do que uma variante mais compacta, nova versão do PlayStation 4 poderá oferecer recursos mais avançados, como a capacidade de reproduzir conteúdo em 4K. De acordo com consultoria, Sony trabalha com protótipos do novo aparelho

No final da última semana um rumor direcionou as atenções para a possibilidade da Sony desenvolver uma atualização física para o PlayStation 4. Ao contrário do que tradicionalmente foi feito nas gerações anteriores, quando houve o lançamento de uma versão mais compacta na metade do ciclo de vida do aparelho – PSOne, PlayStation 2 Slim e PlayStation 3 Slim, no caso -, a ideia não seria se limitar a isso e, sim, promover avanços no hardware do console, o que garantiria um poder extra de processamento e maior capacidade gráfica.

Agora, o burburinho parece ter ido além da fase de rumor, uma vez que a consultoria Digital Foundry confirmou em um relatório que, de fato, a Sony está trabalhando em uma versão aprimorada do seu videogame. Ainda não há detalhes mais aprofundados além do fato de que uma das metas da empresa é realmente entregar um aparelho que seja capaz de reproduzir conteúdo em definição 4K.

O relatório também aponta alguns possíveis caminhos – e seus respectivos gargalos – para essa empreitada. O primeiro deles diz respeito ao uso dos componentes mais avançados disponíveis no momento. Ainda assim, por mais que o chip gráfico do console seja aprimorado e de fato consiga entregar conteúdo nessa definição, para efetivamente rodar games em 4K e se aproveitar da tecnologia seria necessário melhorar outros aspectos do videogame, como unidade de processamento e memória RAM.

Isso poderia dividir não apenas a base instalada do videogame, mas também os recursos de desenvolvimento das produtoras, o que torna a aposta arriscada. Outro ponto negativo de uma mudança aprofundada na arquitetura do aparelho seria possibilidade de haver incompatibilidade com games lançados no início da geração, o que não seria justificável uma vez que a capacidade de processamento do console não significaria, necessariamente, um salto de geração em relação à vista hoje e a oferta de jogos em 4K ainda não é massificada.

Opções mais realistas

Outra opção seria uma versão “turbinada” do console atual, com componentes mais velozes, mas não necessariamente o que há de mais potente no momento. Isso permitiria rodar títulos atuais com melhor visual, além de resolver possíveis problemas de compatibilidade por meio de atualizações para os jogos. Entretanto, jogos em 4K dificilmente chegariam ao console, o que poderia frustrar jogadores que queiram um equipamento de ponta.

Por fim, o caminho mais realista apontado pela Digital Foundry seria o lançamento de uma versão “Slim” do console com componentes aprimorados, o que permitiria reproduzir conteúdo com qualidade em telas 4K, mas sem qualquer chance de efetivamente rodar games feitos para essa resolução. Isso seria possível ao fazer uma leve atualização nos componentes internos do console e liberar todo o potencial de suas unidades de processamento.

O que parece certo, no entanto, é a disposição tanto de Sony quanto de Microsoft de mudarem a forma com a qual os consoles evoluem. A empresa norte-americana, por meio do chefe da divisão Xbox, Phil Spencer, já afirmou que a companhia caminha para um futuro no qual o Xbox seja um aparelho capaz de ser aprimorado.

Já Masayasu Ito, vice-presidente do braço de entretenimento da Sony, também afirmou que a empresa não descarta a ideia de lançar uma versão aprimorada do PlayStation 4.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *