"Talvez, Marcelo pudesse jogar. Opção foi do Dunga", diz médico da CBF

Rodrigo Lasmar, médico da seleção brasileira, explicou a polêmica entre Marcelo, Real Madrid, Dunga e sua possível convocação.

Logo após o empate por 2 a 2 contra o Paraguai, ainda na zona mista em Assunção, o profissional explicou que havia, sim, a chance de o lateral esquerdo atuar e que a decisão de deixa-lo de fora da lista foi de Dunga.

“Na véspera (da convocação) eu liguei, perguntei a condição ao Marcelo e, naquele momento, havia dois jogos que ele estava fora por problema médico, por problema de lesão. Ele teve uma lesão do ombro e depois na panturrilha, por isso ele falou de lesão em cima de lesão. No dia da conversa ele falou que estava bem, se recuperando e que talvez pudesse jogar na semana seguinte e que iria enfrentar a Roma se tudo corresse bem”, disse Lasmar.

“No momento da convocação, o fato era: ele estava afastado havia dois jogos, mas talvez pudesse jogar. Talvez não, talvez voltasse e sentisse as dores novamente. Eu passei isso para o Dunga, o momento que o jogador vivia. E aí ele definiu por não chamar por critérios dele. Opção dele”, afirmou.

Depois de ver seu atleta fora da lista, o técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, veio a público para afirmar que tudo não se tratava de uma desculpa de Dunga para deixar o lateral esquerdo fora do grupo. Dias depois, o próprio jogador disse que teria condições de jogo e admitiu chateação por ficar fora da lista.

O comandante da seleção reagiu, afirmando que o médico poderia mostrar as conversas entre as partes para deixar claro que Marcelo não poderia jogar.

“Eu sou médico da CBF e falei com o Marcelo. Então houve o contato entre as partes. Eu conheço ele há tempos e então o contato telefônico era o suficiente. Eu passei para a comissão. Essa é a nossa rotina. Se precisa de algum exame maior, eu entro em contato com o médico, mas esse não era o caso do Marcelo”, afirmou.

“A convocação aconteceu às 11h, o treino do Real foi pela manhã. Quando acabou o treino, tínhamos duas horas e ele não me passou o que aconteceu. Então só tínhamos a impressão da véspera”.

Fora da lista, Marcelo viu Filipe Luís e Alex Sandro serem convocados para a sua posição. Sua vaga, após a polêmica, passa a ser uma incógnita, assim como aconteceu com Jefferson e Thiago Silva, que usaram a imprensa para reclamar e nunca mais foram convocados.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *