Últimas

Técnico da Holanda admite que safra do país não é das melhores

O ex-jogador Danny Blind assumiu a seleção holandesa no ano passado, com a missão de reconstruir a Laranja Mecânica, que não se classificou para a Eurocopa. Meses depois, admitiu que sua tarefa não será nada fácil. Com persos desfalques, como Robben, Sneijder, Cillessen, Janmaat, De Vrij, Klaassen e outros, a maioria por lesão, o pai de Daley Blind admitiu que atual geração, que inclui o seu filho, não é das melhores. Nesta terça-feira, visita a Inglaterra em Wembley.

– É sempre difícil achar uma razão especial para o que está acontecendo. Já tivemos períodos em que não nos classificamos. Isso é o futebol. Tivemos grandes jogadores, como Robben, Van Persie, Huntelaar, De Jong, Sneijder… Mas os jogadores entre 25 e 28 anos não estão aqui, temos que lidar com isso. A única coisa que posso fazer é convocar jovens – disse Blind em entrevista coletiva:

– É complicado isso, pois fomos os vices em 2010 e terceiros em 2014, então as pessoas esperam muito do nosso time, e é frustrante não ir à Euro. Vai ser um verão complicado.

Na atual convocação da seleção holandesa, por exemplo, são sete jogadores com 23 anos ou menos. E outros sete foram lembrados em outras listas de Blind, mas ficaram de fora dessa vez.

O treinador até fez uma comparação com a seleção inglesa, adversária desta terça-feira. Para ele, o English Team acertou em sua renovação.

– É mais moderno, mas de acordo com o estilo europeu. A Inglaterra tem muitos jogadores estrangeiros, mas parece que estão dando mais espaço para os jogadores revelados nas categorias de base, então podem construir uma boa seleção. Isso contrasta com a nossa seleção. Estamos reconstruindo a seleção com jogadores extremamente jovens – explicou.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *