Teste de bateria com Galaxy S7 e S7 Edge mostra resultados decepcionantes

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Com o Galaxy S7 e S7 Edge vimos Samsung ampliar a capacidade energética dos seus novos produtos, algo que foi criticado com o Galaxy S6 que trouxe apenas 2.550 mAh, uma redução de 250 mAh comparada ao modelo anterior. Samsung apostou que o chipset fabricado a 14nm daria conta do recado, oferecendo uma boa autonomia, mas que poderia ser ainda melhor com uma bateria de alta capacidade.

O Galaxy S7 chegou com 3.000 mAh, enquanto o Galaxy S7 Edge com 3.600 mAh. Além disso, ambos trazem opções de chipsets fabricados com processo otimizado a 14nm, que, de acordo com Samsung, garante uma redução de 10% comparado com o que foi visto ano passado. Com isso, podemos esperar que o S7 tenha uma autonomia consideravelmente superior, certo? De acordo com teste realizado pelo PhoneArena, isso meio que não acontece.

O teste foi realizado com um modelo americano vendido pela operadora Verizon. Ou seja, tenha em mente que esta versão vem com o chipset Snapdragon 820 e com uma boa quantidade de bloatwares que pode impactar no consumo devido à maior quantidade de apps e serviços rodando em segundo plano. Além disso, o teste foi realizado com todas as opções ativas por padrão, além do brilho de tela em 200 nits (próximo aos 50%). O site usa um script que executa várias tarefas que simulam um uso real do aparelho. Confira os resultados:

Enquanto o Galaxy S6 oferece autonomia de 7h 14m, o Galaxy S7 ficou abaixo com apenas 6h 37m. O Galaxy S6 Edge alcança autonomia de 8h 11m, o S7 Edge chegou apenas a 7h 18m. Tudo bem que neste caso estamos diante de um aparelho com tela maior nesta geração, mas os 1000 mAh adicionais deveriam ser suficientes para alimentar a tela e ainda sobrar para os demais componentes.

Como estamos diante um recém lançamento, podemos apostar que a falta de um software otimizado esteja comprometendo o uso de bateria. Além disso, a versão com Exynos 8890, que será lançada no Brasil na próxima semana, pode ter resultados mais animadores, já que Samsung usa núcleos Cortex-A53, sendo mais econômicos, para lidarem com as tarefas simples.

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *