Últimas

Torcida do Corinthians entra em conflito com polícia fora do estádio

Após a goleada do Corinthians contra o Linense, por 4 a 0, aconteceu uma confusão entre torcedores e a Polícia Militar. Os corintianos já tinham saído da arena quando o conflito começou e houve muita correria. Bombas de efeito moral foram usadas para dispersar os envolvidos, que voltaram para a entrada da arquibancada do setor norte para fugir. Não houve qualquer consequência grave após o ocorrido. 

O capitão da Polícia Militar que estava no estádio disse que houve uma ação orquestrada da Gaviões da Fiel. Ele entendeu que a principal torcida organizada do Corinthians simulou uma confusão para preparar uma armadilha no lado de fora do estádio.

“Houve uma confusão na saída do estádio, perto do portão e foi pedido reforço para dispersar quem estava ali. Isso foi controlado, mas quando a polícia saiu, havia um grupo armado com paus, pedras e garrafas. Eles começaram a atirar isso nos policiais e se aproveitaram dos veículos do estacionamento leste para se esconder. Depois correram mais para se armar e arremessaram mais pedras. Então houve necessidade de a polícia intervir com bombas, em virtude da grande quantidade de materiais que eles pegaram”, afirmou ele à Rádio CBN. Não houve detenção de nenhum torcedor envolvido na confusão

Segundo a mesma rádio, os torcedores do Corinthians reclamaram que a PM os agrediu por causa das faixas que eles ostentavam, com criticas à Federação Paulista de Futebol, Rede Globo e CBF. O capitão negou: “em nenhum momento houve problema com as faixas, tanto que eles ostentaram elas durante o jogo. Só houve necessidade de intervenção por uma agressão injusta”, reclamou.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *