Últimas

Tribuna SBTpedia: 'Eu já vi isso em algum lugar': A influência de Silvio Santos em outros programas de auditório, por Gabriel Reis

‘Eu já vi isso em algum lugar…’: A influência de Silvio Santos em outros programas de auditório

Por Gabriel Reis* (gabrielviannareis@gmail.com) 


Gugu, Silvio Santos, Eliana e Faustão: os grandes apresentadores da televisão brasileira apresentam ou já apresentaram programas aos domingos. Essa tradição começou com Silvio Santos, em 1962
Apesar de hoje em dia os programas de auditório serem tradição aos domingos, nem sempre foi assim. Até 1962, quando Silvio Santos estreou aos domingos com o Programa Silvio Santos, a TV Paulista (emissora onde Silvio apresentava seu programa e que se tornaria TV Globo quatro anos depois) ficava fechada até as 15h30, quando começava a transmissão do futebol.

A partir da estreia de Silvio Santos, inúmeros outros apresentadores e emissoras lançaram novos programas de auditório aos domingos. Dentre muitos, podemos citar os famosos casos de: Hebe Camargo, que estreou nos domingos da Record em 1966; Chacrinha, que comandou A Buzina do Chacrinha, na Globo, entre 1967 e 1972; o Domingão do Faustão, lançado em 1989; e o Domingo Legal com Gugu Liberato, lançado em 1993.

Observando o panorama atual, quatro das cinco maiores emissoras do país (Globo, SBT, Record e RedeTV) ainda possuem programas de auditório aos domingos: Domingo Legal com Celso Portiolli, Eliana e Programa Silvio Santos, no SBT; Domingo Show e A Hora do Faro, na Record; Domingão do Faustão, na TV Globo; e Sensacional com Daniela Albuquerque na RedeTV. A longevidade e a enorme quantidade de programas de auditório, que se tornaram tradição aos domingos, começou com Silvio Santos, em 1962, na TV Paulista.

Indo mais especificamente para os conteúdos dos programas auditórios que surgirem posteriormente, é possível encontrarmos inúmeros quadros de sucesso de Silvio Santos que depois foram modernizados ou reproduzidos por outros apresentadores ou programas (em grande parte aos domingos). Abaixo listamos alguns:

Normal
0

21

false
false
false

PT-BR
X-NONE
X-NONE

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin-top:0cm;
mso-para-margin-right:0cm;
mso-para-margin-bottom:8.0pt;
mso-para-margin-left:0cm;
line-height:107%;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,sans-serif;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-language:EN-US;}
table.MsoTableGrid
{mso-style-name:”Tabela com grade”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-priority:59;
mso-style-unhide:no;
border:solid windowtext 1.0pt;
mso-border-alt:solid windowtext .5pt;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-border-insideh:.5pt solid windowtext;
mso-border-insidev:.5pt solid windowtext;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,sans-serif;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-language:EN-US;}

Programa
ou quadro apresentado por Silvio Santos

Programa
ou quadro apresentado por outro apresentador posteriormente

Câmeras Escondidas – Topa Tudo
Por Dinheiro

Telegrama Legal – Domingo Legal
/ Gugu Liberato

Porta da Esperança

Sonho Maluco – Viva a Noite /
Gugu Liberato

Qual é a Música?

Ding Dong – Domingão do Faustão
/ Fausto Silva

Foguetinho – Domingo no Parque

Foguetinho – Programa do Ratinho
/ Ratinho

Boa Noite, Cinderela

A Princesa e o Plebeu – Domingo
Legal / Gugu Liberato

Namoro na TV

Quer Casar Comigo? – Domingo
Legal / Gugu Liberato

Ele Disse, Ela Disse

Jogo da Afinidade – Tudo é
Possível / Eliana e Ana Hickmann

 

As câmeras escondidas do Topa Tudo Por Dinheiro, também conhecidas no Brasil como “pegadinhas”, se originaram do formato norte-americano Candid Camera, onde câmeras escondidas filmam pessoas passando por situações inusitadas ou inesperadas, como se deparar com uma múmia que se mexe dentro de um museu ou um morto levantando em um velório. São situações inusitadas que buscam o riso. O formato ganhou notoriedade no Brasil e passou a ser replicado por outras emissoras, como na TV Globo, no Domingão do Faustão; na TV Bandeirantes, no Sabadaço; pela TV Record, no Sorria, você está na Record; e ainda hoje na RedeTV, com o Te Peguei na TV. Atualmente as câmeras escondidas continuam no ar no Programa Silvio Santos alcançando grande repercussão.


Se a ideia da pegadinha foi replicada em outras emissoras, no SBT ela também ganhou uma nova “cara”, a de Gugu Liberato e a do Telegrama Legal exibido dentro do Domingo Legal. Assim como ocorreu com as câmeras escondidas, Gugu foi responsável por modernizar outros quadros de Silvio Santos. A Porta da Esperança, programa que visava a realização de sonhos, como conhecer um ídolo, ganhar um tratamento médico, ou algo do gênero, virou o Sonho Maluco, e saiu do palco, passando a se utilizar de gravações em externa. O Boa Noite, Cinderela virou A Princesa e o Plebeu, mas agora ao invés das participantes ficarem no palco e lá receberem seus prêmios, o quadro A Princesa e o Plebeu era feito em externas com limousine e chofer; e levava as “princesas” em lojas, restaurantes e pontos turísticos, sempre acompanhadas de seu ídolo em questão.

Outro elemento popular em programas de auditório são os quadros de namoro, e esses também se modernizaram. Após Raul Longras apresentar o Casamento na TV entre 1967 e 1969, Silvio Santos levou o formato para seu programa na década de 1980 e o manteve no ar até o ano 2000 (com os programas Namoro na TV e Em Nome do Amor). No entanto, de lá para cá outras programas com a mesma temática continuaram surgindo, dentre eles: Fica Comigo, na MTV; Rola ou Enrola, no Eliana do SBT; Vai dar Namoro, no Melhor do Brasil da Record; e Quer Casar Comigo?, no Domingo Legal, do SBT, citado na tabela acima.

O Qual é a Música? também foi um marco dentre os programas apresentados por Silvio Santos. Ficando no ar entre 1976 e 1991 e voltando no ar “modernizado” em 1999, quando saiu e entrou na grade do SBT diversas vezes até 2008, ele foi o embrião de diversas outras competições musicais que surgiram na TV ao longo dos últimos dez anos, como: o Cantando 7, no Caldeirão do Huck da TV Globo; o Vitrolão Musical, no Sábado Total da RedeTV!; e o Ding Dong, no ar no Domingão do Faustão.

O quadro do Foguetinho começou a ser apresentado por Silvio Santos no Domingo no Parque. Nele uma criança é colocada dentro de um foguete cenográfico, aonde não consegue ouvir nada do que ocorre fora. O apresentador do programa faz ofertas a criança, como por exemplo, trocar um videogame por um pedaço de madeira ou um carro por uma geladeira. Ao final da pergunta é acesa uma luz dentro do foguete cenográfico e a criança, que nada ouviu, deve responder apenas “sim” ou “não”. No entanto, se a criança nada ouve, o público vê todo o show e torce para que a participante faça a escolha a correta. O quadro, que também já foi exibido no Domingo Legal, permanece no ar até hoje no SBT, mas no Programa do Ratinho e com jovens da plateia e não com crianças.

O Ele Disse, Ela Disse era um game show que envolvia sempre um casal, em geral, homem e mulher. As mesmas perguntas eram feitas para ambos e as respostas deveriam coincidir. Por exemplo: se era perguntado “Qual o prato de comida preferida do seu marido?”, a resposta de ambos os conjugues deveria ser a mesma. A mesma dinâmica de perguntas e respostas entre marido e mulher foi repetida em outros programas de auditório, como no Jogo do Amor, no Domingo Legal e no Jogo da Afinidade, no Tudo é Possível, citado na tabela acima.

Aqui não há a intenção de associar necessariamente a criação desses formatos a Silvio Santos. A grande maioria deles veio de fora do país ou já era comum no rádio brasileiro. Ele Disse, Ela Disse é uma variação nacional do He Said, She Said assim como as pegadinhas do Topa Tudo Por Dinheiro, o Show do Milhão, a Casa dos Artistas, dentre outros, são programas inspirados em formatos internacionais. Os concursos de calouros, tão comuns em programas de auditório, já ocorriam no rádio brasileiro com Ary Barroso e seu Calouros em Desfile, na Rádio Tupi. O que podemos observar é que Silvio Santos popularizou esses quadros e com eles mantém seu programa no ar desde 1962. Na sequência, como já vimos, houve então o lançamento de diversos outros programas de auditório, em especial, aos domingos, tradição que se mantém até hoje com atrações do gênero nas três maiores emissoras do país: Globo, Record e SBT. O que observamos é uma modernização do popular, um advento da técnica, transformando quadros tradicionais em “superproduções”, no entanto a essência plantada por Silvio Santos continua viva.

*É graduando em Comunicação Social (Rádio e TV) pela Escola de Comunicação da UFRJ. Teve passagens pela TV Boas Novas e pelos canais Esporte Interativo, onde foi coordenador de programação. Atualmente escreve artigos de opinião às segundas-feiras no “SBTpedia”

Fonte: SBTpedia (www.sbtpedia.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *