Últimos colocados, Peru e Venezuela buscam recomeço nas Eliminatórias

Lima, 23 mar (EFE).- Peru e Venezuela não começaram bem a campanha nas Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018 e nesta quinta-feira farão no Estádio Nacional, em Lima, um duelo que pode marcar um recomeço para alguma delas ou tornar ainda mais difícil a caminhada rumo ao Mundial da Rússia.

A seleção peruana até já obteve uma vitória na classificatória, contra o Paraguai, em novembro, mas perdeu os outros três jogos e com isso ocupa a penúltima colocação, com três pontos. A única equipe abaixo na tabela é justamente a ‘Vinotinto’, que, ao menos por enquanto, voltou a ser o saco de pancadas do continente e segura a lanterna, com quatro derrotas em quatro rodadas.

Na tentativa de encontrar a melhor formação e o melhor grupo de jogadores, o técnico do Peru, Ricardo Gareca, vem trabalhando com 26 atletas na preparação para a essa partida e para a da próxima terça-feira, diante do Uruguai, em Montevidéu.

A força do time de Gareca está mais uma vez no ataque, bastante rodado, mas ainda com lenha para queimar. O artilheiro peruano nas Eliminatórias, com três gols, é Farfán, que depois de sete anos no Schalke 04 se transferiu em 2015 para o Al Jazira, dos Emirados Árabes.

Os homens-gol, no entanto, são os outros dois do trio de frente. Guerrero vem em um começo de temporada apenas razoável pelo Flamengo, mas tem o moral de quem foi o maior goleador das duas últimas edições da Copa América. Já Pizarro, de 37 anos, já balançou a rede 11 vezes na atual edição do Campeonato Alemão pelo Werder Bremen.

Gareca manterá a base dos jogos do ano passado, mas abrirá espaço para duas novidades, a volta do goleiro Gallese e a entrada do jovem zagueiro Vilchez, do Alianza Lima.

Na Venezuela, o problema vai além das exibições ruins dentro de campo. Fora das quatro linhas, um grupo de 15 jogadores pediu a renúncia dos dirigentes da federação do país (FVF).

Para tentar sair da lanterna, o técnico Noel Sanvicente recorreu a um grupo de atletas dissidentes e o completou com caras novas, como os atacantes Adalberto Peñaranda e Juanpi Añor, sensações no futebol espanhol atuando por Granada e Málaga, respectivamente.

Sanvicente pôde realizar apenas dois treinos em Lima, ambos com portões fechados. De toda forma, ‘Vinotinto’ certamente terá novidades, já que o lateral-direito Rosales, o zagueiro Velázques e o meia Seijas estão suspensos.

Prováveis escalações:

Peru: Gallese; Advíncula, Ascues, Zambrano e Vargas; Tapia, Vílchez e Cueva; Farfán, Guerrero e Pizarro. Técnico: Ricardo Gareca.

Venezuela: Baroja; Faría, Vizcarrondo, Ángel e Villanueva; Lucena, Cermeño, Rincón e Guerra; Martínez e Rondón. Técnico: Noel Sanvicente.

Árbitro: Enrique Cáceres (Paraguai), auxiliado pelos compatriotas Juan Bautista Zorrilla e Roberto Cañete.

Estádio Nacional, em Lima (Peru).

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *