Zé Roberto fala em “vergonha” após novo fracasso do Palmeiras

Os jogadores do Palmeiras não procuraram maquiar a derrota por 2 a 1 para o Audax, a segunda em dois jogos sob comando de Cuca. Eles deixaram o estádio José Liberatti, em Osasco, admitindo a superioridade dos donos da casa e, em alguns casos, usando palavras mais duras.

“Tem que sair com vergonha, sim”, afirmou Zé Roberto, mostrando compreensão com os protestos dos torcedores. “Foi muito pouco. Temos ciência de que podemos dar mais e saímos com muita vergonha pelo resultado. É trabalhar e levantar a cabeça, sabendo que precisamos melhorar.”

Foi semelhante o tom de Edu Dracena. Outro dos jogadores mais experientes do elenco, o zagueiro cobrou resposta do próprio grupo. Se o técnico mudou e os resultados continuam insatisfatórios, é hora de buscar a reação sem passar a responsabilidade adiante.

“É nesta hora que você vê quem é quem”, resumiu o beque. “Quando você perde da maneira de que a gente perdeu, lógico que o sentimento é de tristeza. Acho que a gente tem que pensar, repensar, refletir, fazer coisas diferentes. Só nós jogadores podemos sair dessa situação. Torcedor não entra em campo, diretoria não entra em campo.”

Se as palavras dos demais atletas não foram iguais, a mensagem foi parecida. O que deixou Cuca satisfeito. “Serve de consolo se o Edu falou palavras duras, o Zé também. Eles estão vendo que as coisas não estão boas e precisam mudar. Não é aqui que vai melhorar nada, mas é uma satisfação ao torcedor. Vamos cobrar”, avisou o treinador.

Fonte – Ig

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *