Últimas

7 motivos para o Atlético-MG ter aplicado sua maior goleada em 2016

O Atlético-MG alcançou um recorde de gols na temporada no jogo desse sábado (2), diante do Villa Nova-MG, pela décima rodada do Campeonato Mineiro. A vitória por 7 a 2 impressionou quem assistiu à equipe comandada por Diego Aguirre. Mas não é tão difícil explicar por que o time chegou a um placar tão elástico. O UOL Esporte apresenta sete pontos importantes no triunfo obtido no Mineirão.

1) Volantes ofensivos

Bruno Cantini/Atlético MG

Diego Aguirre mudou o esquema tático. A equipe entrou com três volantes, mas se enganou quem imaginou que isso faria o Atlético um time mais defensivo. Pelo contrário. Leandro Donizete e Junior Urso tiveram liberdade para chegar ao ataque e foram constantemente à área adversária. O segundo, inclusive, balançou a rede em lance de cabeça.

2) Robinho em alta

Bruno Cantini/Atlético MG

A fase de Robinho com a camisa do Atlético-MG é impressionante. Ele disputou cinco jogos no Campeonato Mineiro e marcou oito gols. Nesse sábado, o craque balançou as redes adversárias em três oportunidades e foi extremamente importante na vitória atleticana sobre o time de Nova Lima.

3) Falhas defensivas do rival
A retaguarda do Villa Nova cometeu falhas infantis no jogo. O lance que melhor evidencia estes erros é o gol contra de Rafael Morisco. O zagueiro tentou afastar falta cobrada por Robinho, mas cabeceou contra o próprio patrimônio. Em outra oportunidade, o defensor cobrou falta rapidamente, mas entregou a posse para o camisa 7 do Atlético marcar.

4) Pratto desencantou

Bruno Cantini/Atlético MG/Divulgação

Lucas Pratto tem encontrado dificuldades para balançar as redes adversárias em 2016. Neste ano, ele fez apenas cinco gols em 11 partidas, o que lhe rende uma média de 0,45 bola na rede por compromisso. No jogo desse sábado, ele celebrou com os seus companheiros em duas oportunidades, sendo uma delas em cobrança de pênalti.

5) Defesa ajustada

Bruno Cantini/Atlético MG

Por mais que Diego Aguirre ainda cobre melhora do sistema defensivo, este é um ponto a ser exaltado. A linha de quatro defensores, formada por Marcos Rocha, Leonardo Silva, Tiago e Douglas Santos regulou muito bem. E teve falhas de posicionamento somente em duas oportunidades. A primeira no lance do gol de Soares. A segunda foi corrigida por um dos volantes.

6) Segurança do goleiro
Uilson foi fundamental para o triunfo também. O goleiro não fez defesas plásticas, mas transmitiu muita segurança aos companheiros, apesar da falha cometida na derrota para o Cruzeiro, na semana passada. O atleta foi muito bem ao intervir um cobrança de falta de Mancini ainda no primeiro tempo do compromisso.

7) Clayton em ascensão

Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

Clayton fez uma ótima partida. Atuando pelo lado direito do ataque do Atlético-MG, o jovem criou boas oportunidades e buscou várias tabelas. Em um dos lances criados por ele, Lucas Pratto teve uma ótima chance de balançar a rede, mas acabou desperdiçando. Ele ainda fez muito bem a recomposição.
 
Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *