Alphabet afirma que sua unidade de pesquisas médicas dá lucro

A Alphabet, empresa-mãe do Google e de outras companhias, veio recebendo críticas da imprensa especializada no setor da saúde sobre o funcionamento e rentabilidade da Verily, seu setor voltado para a área médica.

Em uma reunião de executivos da empresa, que contou com a presença do re/code, as críticas foram rebatidas e os representantes Tony Fadell e Sergey Brin declararam que a Verily é uma das pequenas iniciativas que vão nortear os projetos do grupo.

As críticas feitas à Verily começaram após uma publicação do Boston Globe, que envolvia o presidente executivo Andy Conrad, acusado de uma má administração. Fadell e Brin responderam que, assim como outras unidades da companhia, a Verily funciona com uma contabilidade ligada a outras organizações.
Brin explicou que a Verily recebe dinheiro através de associações com grandes empresas farmacêuticas, como a Novartis, com quem está até mesmo planejando a venda das lentes de contato inteligentes.

Apesar de nenhum porta-voz confirmar o valor dos rendimentos da Verily, no ano passado, foi reportado pela Cnet que outras unidades, como a que produz carros autônomos e os projetos de drones, davam prejuízo à companhia.

Fonte: Olhar Digital
Matéria originalmente postada no site olhardigital.uol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *